sicnot

Perfil

País

Risco de incêndios quarta e quinta-feira devido a calor e vento

A Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) alertou hoje para o perigo de incêndios florestais, na quarta e quinta-feira, devido à previsão de vento moderado e temperaturas superiores a 30ºC.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

Num aviso dirigido à população, a ANPC aponta, face ao tempo seco, para um "índice de risco de incêndio muito elevado, em algumas regiões do país", sendo esperado um aumento das dificuldades no combate a fogos florestais.

De acordo com a nota, para quarta e quinta-feira está previsto, no continente, temperatura máxima entre 30ºC a 35ºC, vento do quadrante leste, moderado (20-30 quilómetros por hora) e temporariamente com rajadas da ordem dos 40-50 quilómetros por hora, durante a madrugada, assim como humidade relativa, em particular nas regiões Interior e Centro durante o dia, a rondar 15 a 30 por cento.

A ANPC recorda que, nos locais de risco muito elevado de incêndio, é proibido fazer queimadas e fogueiras, usar equipamentos de queima e combustão destinados à iluminação ou confeção de alimentos, lançar balões ou foguetes, fumar ou fazer lume e desinfestar apiários com fumigadores sem dispositivos de retenção de faúlhas.

Aos agricultores e produtores florestais, aconselha a manterem as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras, a abastecerem as máquinas a frio, em zonas de pouca vegetação, e a terem cuidado com as faíscas quando manobram os equipamentos.







Lusa
  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38