sicnot

Perfil

País

Seis concelhos de Portugal continental em risco máximo de incêndio

Os concelhos de Pampilhosa da Serra, Oleiros, Sertã, Vila de Rei, Sardoal e Mação apresentam hoje risco máximo de incêndio, de acordo com informação disponível na página do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na Internet.

© Michael Fiala / Reuters

Os concelhos de Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra, Vila de Rei, Oleiros e Sertã (Castelo Branco), Mação e Sardoal (Santarém) apresentam hoje risco máximo de incêndio.

O IPMA colocou também em risco muito elevado de incêndio 55 concelhos de distritos de Portugal continental, 31 dos quais do centro, nomeadamente de Santarém, Coimbra, Castelo Branco e Leiria.

O restante mapa de Portugal continental  encontra-se "pintado" a laranja, cor que revela que os concelhos estão com risco elevado de incêndio, enquanto só Mértola e Castro Verde (Beja) e Terras de Bouro, Montalegre e Boticas (Vila Real) apresentam risco reduzido .

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, variando entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou na quarta-feira 77 incêndios, que foram combatidos por 870 operacionais, com o apoio de 255 veículos.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade durante a tarde no interior, em especial da região centro, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovoada.

O vento tende a soprar fraco a moderado do quadrante norte, soprando moderado a forte de noroeste no litoral, com rajadas da ordem dos 60 km/h, e nas terras altas a partir do início da tarde.

O IPMA prevê ainda uma descida da temperatura máxima, mais acentuada no litoral e uma pequena descida da temperatura mínima no litoral.

Em Lisboa, as temperaturas vão variar entre 18 e 26 graus Celsius, no Porto entre 15 e 24, em Bragança entre 13 e 30, em Viseu entre 14 e 28, na Guarda entre 15 e 27, em Coimbra entre 14 e 26, em Leiria entre 11 e 22, em Portalegre entre 23 e 32. 

Beja será a cidade mais quente, com previsões de 34 graus celsius, seguida de Évora e Portalegre com 33 enquanto no sul do país as máximas vão chegar aos 25 em Faro.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.