sicnot

Perfil

País

Passos inicia hoje primeira visita oficial à Madeira

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, inicia hoje a sua primeira visita oficial à Região Autónoma da Madeira, que inclui uma deslocação à ilha do Porto Santo, na terça-feira. 

MANUEL TELES/ LUSA

O novo presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, que tomou posse em abril, substituindo Alberto João Jardim, convidou nesse mesmo mês Pedro Passos Coelho a visitar o arquipélago, e acompanhará o primeiro-ministro nesta visita oficial.

Acompanharão também Passos Coelho nesta visita de dois dias os ministros da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Guedes, e da Economia, António Pires de Lima, e o secretário de Estado das Finanças, Manuel Rodrigues.

O chefe do executivo PSD/CDS-PP viajará em voo militar, com partida de Lisboa às 07h00 e chegada ao Funchal prevista para as 09h30 de segunda-feira. O voo de regresso à capital está marcado para as 19h00 de terça-feira.

Segundo o programa desta visita, Passos Coelho vai encontrar-se com Miguel Albuquerque hoje de manhã, na residência oficial do presidente do Governo Regional da Madeira, seguindo-se uma conferência de imprensa conjunta.

Para a tarde, estão agendadas visitas ao Centro Internacional de Negócios da Madeira, a uma empresa de comercialização de peixe, uma reunião com o representante da República para esta região autónoma, e encontros com o presidente da Assembleia Legislativa Regional e representantes dos grupos parlamentares.

Na terça-feira, o programa inclui visitas uma empresa tecnológica, a um centro social e paroquial e a uma exploração agrícola onde poderá ver as típicas casas de colmo, antes da partida da ilha da Madeira para o Porto Santo, onde o primeiro-ministro assistirá à apresentação do projeto de um geoparque e à assinatura de um protocolo entre agricultores e um hotel.

Desde que assumiu as funções de primeiro-ministro, em junho de 2011, Passos Coelho deslocou-se uma vez ao arquipélago da Madeira nessa qualidade, em novembro do ano passado, mas exclusivamente para participar numa cerimónia empresarial.

Nessa altura, Alberto João Jardim ainda era o presidente do Governo Regional da Madeira e da Comissão Política Regional do PSD, e os dois não se reuniram.



Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.