sicnot

Perfil

País

Temperaturas sobem até cinco graus amanhã

As temperaturas vão subir até cinco graus centígrados na quarta-feira, segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que colocou os distritos de Évora, Setúbal, Beja e Portalegre sob aviso amarelo devido ao calor.

(Arquivo)

(Arquivo)

reuters

Em declarações à agência Lusa, o meteorologista Ricardo Tavares, explicou que, na quarta-feira, a temperatura máxima irá subir em especial no interior do Alentejo, com máximas acima dos 35 graus.

"[Quarta-feira] Haverá uma pequena subida das temperaturas, sendo que a máxima será de uma subida de 4 a 5 graus, acima dos 35 graus no interior do Alentejo, entre os 30 e 35 na região do Vale do Tejo, e interior Norte e Centro acima dos 30", disse Ricardo Tavares, do IPMA.

De acordo com o meteorologista, as temperaturas altas vão manter-se na quarta e quinta-feira, embora esteja prevista para sexta-feira "uma pequena descida da máxima, não mais que dois graus", sendo que depois "a tendência é manterem-se ate ao início da próxima semana".

Devido ao aumento da temperatura máxima, com persistência de valores elevados, o IPMA colocou sob aviso amarelo os distritos de Évora, Setúbal, Beja e Portalegre, aviso que irá vigorar entre as 09:00 de quarta-feira e as 18:00 de quinta-feira.

Para o meteorologista, a existência de avisos amarelos devido ao tempo quente já é "normal nesta altura do ano", adiantando que estes são emitidos quando existem "situações extremas", já que se tratam de temperaturas máximas "que atingem valores elevados, mas sempre uma situação normal nos meses de junho, julho e agosto".

As temperaturas na quinta-feira, e segundo a previsão do IPMA, podem chegar aos 38 graus Celsius em Beja, 36 em Évora, 35 em Portalegre e Castelo Branco, 34 em Santarém, 32 em Lisboa, Bragança e Vila Real.


Lusa
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.

  • Lembra-se dos olharapos da Expo'98? Estão de volta
    1:46