sicnot

Perfil

País

Emitidos dois terços das cartas de condução em atraso

Dois terços das cartas de condução que estavam em atraso foram resolvidos, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Governo, no âmbito de uma visita do secretário de Estado Sérgio Monteiro ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes.

(Arquivo)

(Arquivo)

Segundo os números oficiais distribuídos aos jornalistas, estavam por emitir, no último dia do ano passado, 258.830 cartas, das quais foram emitidas, até hoje, 190.488.

Estão por emitir 68.342 cartas, mas, segundo o secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, a situação deverá estar totalmente resolvida até ao fim do mês.

Sérgio Monteiro destacou que o programa especial para a emissão de cartas de condução (programa SOFIA) foi lançado a 19 de março, altura desde a qual se resolveram 74 por cento dos processos pendentes. 

O responsável agradeceu o esforço dos trabalhadores (horas extraordinárias e ao sábado) e salientou que, com o novo sistema, cada atendimento demora em média cinco minutos. 

"Sem este programa conseguiríamos, na melhor das hipóteses, apenas em dezembro ter a situação regularizada", disse, na direção regional do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).

O presidente do IMT, João Carvalho, também agradeceu o esforço dos trabalhadores da instituição e admitiu que, no próximo mês, algumas das delegações do IMT deixam de ter necessidade de estarem abertas ao sábado.

"Dentro de duas semanas praticamente teremos a situação resolvida em relação aos atrasados", disse, chamando a atenção para a existência de grande número de cartas devolvidas pelos correios (que as pessoas não levantam).

João Carvalho garantiu que, neste momento, a emissão da carta demora entre cinco a sete dias e que, diariamente, nas delegações do IMT, todas as pessoas são atendidas, não sendo já necessário que se formem longas filas.

Atualmente, segundo os dados oficiais, há delegações distritais do IMT com poucas centenas de cartas em atraso, como a de Bragança, com 323, ou a da Guarda, com 203. Porto e Lisboa são os distritos que concentram mais cartas em atraso.

Nos últimos anos, a carta de condução demorava, por norma, mais de um ano a estar pronta.
Lusa
  • Governo aprova carta de condução por pontos
    1:00

    País

    O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros o novo regime da carta de condução. As contraordenações graves e muito graves vão descontar pontos nas cartas de cada condutor, mas é possível recuperá-los caso se esteja três anos sem cometer qualquer infração grave. O novo regime deverá entrar em vigor em junho do próximo ano como explicou esta tarde o secretário de Estado da Administração Interna.

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívid como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.