sicnot

Perfil

País

Ministério Público pede 13 a 14 anos de prisão para professor acusado de abuso sexual de menores

O Ministério Público pediu hoje, no Tribunal de Penafiel, uma pena de prisão entre 13 e 14 anos para um professor acusado de 439 crimes de abuso sexual de nove crianças, disse à Lusa fonte judicial.

(Arquivo)

(Arquivo)

Nas alegações finais do julgamento que decorre à porta fechada, a defesa do arguido pediu que se fizesse justiça face à prova produzida em audiência de julgamento.

Os assistentes que representam algumas das crianças alegadamente vítimas de abuso sexual acompanharam o Ministério Público nas alegações e na medida da pena.

O acórdão, que resultará de um tribunal de júri constituído a pedido da defesa, está marcado para o dia 26 de junho, às 14:00.

Segundo a acusação do Ministério Público, o suspeito, de 36 anos, desenvolveu, pelo menos desde os 18 anos, uma "forte atração sexual" por crianças do sexo masculino, com idades entre os 7 e os 12 anos.

O arguido encontra-se em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional do Porto.








Lusa
  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19

    Mundo

    Um noticiário da televisão britânica ITV recebeu em estúdio uma família que tinha uma criança muito irrequieta. O jornalista Alastair Steward não se importou com o comportamento da criança e entrou sempre nas brincadeiras.