sicnot

Perfil

País

Ministério Público pede 13 a 14 anos de prisão para professor acusado de abuso sexual de menores

O Ministério Público pediu hoje, no Tribunal de Penafiel, uma pena de prisão entre 13 e 14 anos para um professor acusado de 439 crimes de abuso sexual de nove crianças, disse à Lusa fonte judicial.

(Arquivo)

(Arquivo)

Nas alegações finais do julgamento que decorre à porta fechada, a defesa do arguido pediu que se fizesse justiça face à prova produzida em audiência de julgamento.

Os assistentes que representam algumas das crianças alegadamente vítimas de abuso sexual acompanharam o Ministério Público nas alegações e na medida da pena.

O acórdão, que resultará de um tribunal de júri constituído a pedido da defesa, está marcado para o dia 26 de junho, às 14:00.

Segundo a acusação do Ministério Público, o suspeito, de 36 anos, desenvolveu, pelo menos desde os 18 anos, uma "forte atração sexual" por crianças do sexo masculino, com idades entre os 7 e os 12 anos.

O arguido encontra-se em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional do Porto.








Lusa
  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • Governo formaliza pedido para pagamento antecipado ao FMI
    0:34

    Economia

    Mário Centeno formalizou esta terça-feira o pedido aos ministros europeus das Finanças para que autorizem o pagamento antecipado de dez mil milhões de euros ao FMI. Em entrevista à Bloomberg, o ministro descartou ainda qualquer renegociação da dívida portuguesa após a saída do Procedimento por Défice Excessivo (PDE). No final da reunião do ECOFIN, foi o Secretário de Estado Mourinho Félix quem falou aos jornalistas portugueses.

  • Governo garante que não autoriza despedimentos na PT
    2:27

    Economia

    O primeiro-ministro garantiu esta terça-feira no debate quinzenal, que não dará luz verde a eventuais despedimentos na PT. António Costa disse ainda que o país tem pouca margem orçamental, apesar da saída do Procedimento por Défice Excessivo.

  • Donald Trump já está no Vaticano 
    1:32