sicnot

Perfil

País

Moradores do Parque das Nações, Lisboa, exigem demissão do presidente da Junta

Cerca de 60 moradores do Parque das Nações, em Lisboa, concentrados hoje em protesto em frente à sede da Junta de Freguesia, exigiram a demissão do presidente daquele executivo.

ANDR\303\211 KOSTERS

Os moradores reivindicam que sejam tomadas medidas para a reabilitação do espaço público. A concentração foi marcada para as 18:00, hora a que no interior da sede decorria uma reunião do executivo da freguesia.

"Incompetência, cinismo, luxúria, hipocrisia, é o que temos na Junta de Freguesia" e "Sinto-me enganado, votei neles, estou revoltado" eram palavras que podiam ler-se nos cartazes envergados pelos moradores.

O presidente da Junta, José Moreno, do movimento Parque das Nações por Nós (PNPN), deslocou-se ao exterior do edifício para falar com os moradores, que criticaram a inércia na tomada de decisões em relação à reabilitação do espaço público.

José Moreno justificou a dificuldade em reabilitar os espaços com a falta de orçamento. Com alguns ânimos exaltados na troca de palavras, foi exigida a demissão do presidente.

Lusa
  • "Até para o ano", a mensagem de Ronaldo para os adeptos do Real Madrid
  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabine e 170 pilotos.

  • O bombeiro herói que recebe 267 euros de pensão
    2:36
  • Funcionários dos EUA na Coreia do Norte para preparar cimeira
    2:19