sicnot

Perfil

País

Moradores do Parque das Nações, Lisboa, exigem demissão do presidente da Junta

Cerca de 60 moradores do Parque das Nações, em Lisboa, concentrados hoje em protesto em frente à sede da Junta de Freguesia, exigiram a demissão do presidente daquele executivo.

ANDR\303\211 KOSTERS

Os moradores reivindicam que sejam tomadas medidas para a reabilitação do espaço público. A concentração foi marcada para as 18:00, hora a que no interior da sede decorria uma reunião do executivo da freguesia.

"Incompetência, cinismo, luxúria, hipocrisia, é o que temos na Junta de Freguesia" e "Sinto-me enganado, votei neles, estou revoltado" eram palavras que podiam ler-se nos cartazes envergados pelos moradores.

O presidente da Junta, José Moreno, do movimento Parque das Nações por Nós (PNPN), deslocou-se ao exterior do edifício para falar com os moradores, que criticaram a inércia na tomada de decisões em relação à reabilitação do espaço público.

José Moreno justificou a dificuldade em reabilitar os espaços com a falta de orçamento. Com alguns ânimos exaltados na troca de palavras, foi exigida a demissão do presidente.

Lusa
  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho