sicnot

Perfil

País

Lisboa pode ficar sem ambulâncias do INEM a partir de segunda-feira

NOTÍCIA SIC

Os tripulantes das ambulâncias do INEM ameaçam não comparecer aos turnos a partir de segunda-feira. Lisboa pode, por isso, ficar sem ambulâncias do INEM a partir dessa data.

O Instituto Nacional de Emergência Médica admite que não consegue fazer face à falta de recursos humanos e já tinha decidido reduzir os turnos das ambulâncias ao serviço na região de Lisboa, a partir de segunda-feira. (Arquivo)

O Instituto Nacional de Emergência Médica admite que não consegue fazer face à falta de recursos humanos e já tinha decidido reduzir os turnos das ambulâncias ao serviço na região de Lisboa, a partir de segunda-feira. (Arquivo)

DR

O Instituto Nacional de Emergência Médica admite que não consegue fazer face à falta de recursos humanos e já tinha decidido reduzir os turnos das ambulâncias ao serviço na região de Lisboa, a partir de segunda-feira.

Face a essa decisão, agora são os próprios tripulantes que ameaçam não comparecer ao trabalho.

A ameaça saiu de uma reunião realizada esta tarde, em Lisboa, em que o responsável de delegação regional do sul do INEM pôs o lugar à disposição do conselho diretivo, e os coordenadores dos serviços de ambulância de emergência se demitiram em bloco.

Além de mais recursos humanos, os tripulantes das ambulâncias querem ter um projeto de carreira aprovado, com alterações ao subsídio de risco, o reconhecimento de uma carreira de desgaste rápido e um aumento das remunerações iniciais.
  • Rebeldes sírios e Daesh confrontam-se na cidade de Al-Bab
    0:44

    New Articles

    Depois da operação militar da Turquia na cidade síria Al-Bab, os rebeldes sirios retomam os confrontos diretos com militantes do Daesh. Foram hoje reveladas imagens publicadas numa rede social, que mostram a cidade de Al-Bab, um dos principais alvos dos combates entre a Turquia e o aliados ocidentais, o Daesh e alguns dos rebeldes que lutam contra o regime de Bashar Al-Assad.