sicnot

Perfil

País

António Capucho diz que Costa lhe merece plena confiança pessoal e política

O antigo ministro e dirigente do PSD António Capucho acusou esta sexta-feira o Governo de ter produzido uma devastação social e afirmou que o secretário-geral do PS tem provas dadas e lhe merece plena confiança pessoal e político.

Expulso do PSD em 2014, António Caucho proporcionou uma das primeiras ovações da noite de Convenção Nacional do PS, quando declarou o seu apoio ao PS nas próximas eleições legislativas.

Expulso do PSD em 2014, António Caucho proporcionou uma das primeiras ovações da noite de Convenção Nacional do PS, quando declarou o seu apoio ao PS nas próximas eleições legislativas.

MIGUEL A. LOPES / Lusa

Expulso do PSD em 2014, António Caucho proporcionou uma das primeiras ovações da noite de Convenção Nacional do PS, quando declarou o seu apoio ao PS nas próximas eleições legislativas.

"Por todas as provas dadas e conhecidas ao longo dos anos, que testemunhei, António Costa merece a minha plena confiança no plano pessoal e político. Sem prejuízo do meu estatuto de independente e sem qualquer contrapartida, em consciência e em coerência com as minhas convicções ideológicas (pois continuo a ser social-democrata), quero aqui deixar o meu testemunho de apoio público ao PS nas próximas eleições legislativas", declarou o antigo secretário-geral do PSD e ex-presidente da Câmara de Cascais, recebendo uma prolongada salva de palmas.

No início da sua intervenção, o antigo ministro social-democrata elogiou o presidente honorário do PS, Almeida Santos, figura que considerou "uma referência da democracia portuguesa", referiu a sua atual condição de independente na Assembleia Municipal de Cascais e lembrou que há três anos entrou em rutura com o PSD, partido que ajudou "a fundar ao lado de Francisco Sá Carneiro".

Depois, fez uma crítica cerrada ao atual Governo PSD/CDS, acusando-o de ter ido "muito para além" da 'troika' (Banco Central Europeu, Fundo Monetário Internacional e Comissão Europeia).

"Foi manifesto que o Governo incumpriu as promessas que fez solenemente na campanha eleitoral ao cortar salários, pensões e apoios sociais, mas também ao reduzir serviços públicos essenciais, ao mesmo tempo que procedeu a um aumento brutal de impostos", sustentou.

Para o ex-ministro do PSD, a terapêutica do Governo "foi excessiva, apressada, sufocou a economia e conduziu a uma devastação social, com agravamento da pobreza e do fosso entre ricos e pobres". 

"Perderam-se mais de 400 mil empregos em termos líquidos e levou à emigração de mais de 250 portugueses, na sua maioria jovens", apontou.

Ora, para António Capucho, "o problema é que ainda na quarta-feira à noite, numa iniciativa fracassada da coligação PSD/CDS, destinada apenas a ofuscar a apresentação do programa eleitoral do PS, a maioria confirmou que não pretende mudar de estratégia".

"O que se impõe precisamente é fazer diferente, aliviando a austeridade e apostando no relançamento da economia e do emprego", contrapôs, antes de considerar como "globalmente positivas e credíveis" as propostas constantes no programa eleitoral do PS.
Lusa
  • "Foi o momento mais difícil da minha vida", disse a ministra emocionada
    3:24
  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35

    País

    A Força Aérea portuguesa é a única força militar, para além da norte-americana, que pode mexer em praticamente todo o motor de um caça F-16. Na base aérea de Monte Real há uma fábrica de caças que pode levar o país a comprar mais aviões às peças, para revender a outras forças militares.

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • Fui contactado por um espectador do “Contas-Poupança” (quartas-feiras, Jornal da Noite, SIC) e leitor do blogue www.contaspoupanca.pt, que foi surpreendido com uma carta do banco a aumentar o spread porque um dos serviços que tinha subscrito tinha sido extinguido. Neste caso específico, a domiciliação de ordenado. Ora, o cliente ficou estupefacto porque não mudou de empresa, não foi despedido nem tinha havido nenhuma alteração no recebimento do ordenado naquela conta.

    Pedro Andersson

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Temer acusado de prejudicar Polícia Federal
    2:36
  • Trump interrompe telefonema para elogiar jornalista

    Mundo

    A jornalista irlandesa Caitriona Perry viu-se esta terça-feira envolvida num momento que a própria classificou de "bizarro": um encontro inesperado com Donald Trump, que interrompeu um telefonema com o primeiro-ministro irlandês para... a elogiar.

    SIC

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.