sicnot

Perfil

País

Comandante dos Sapadores de Gaia garante que fogo na fábrica da Barbot está controlado

Comandante dos Sapadores de Gaia garante que fogo na fábrica da Barbot está controlado

O comandante dos Bombeiros Sapadores de Gaia, Salvador Almeida, deu por dominado o incêndio na fábrica de tintas Barbot, que deflagrou este sábado.

  • Chamas consomem fábrica de tintas em freguesia populosa de Gaia
    2:19

    País

    Um incêndio industrial está a consumir as instalações da fábrica de tintas Barbot, em Vila Nova de Gaia. As chamas terão começado no armazém da fábrica, na rua da Palmeira, em Mafamude, uma das freguesias mais populosas de Gaia. O alerta foi dado por volta das 16:30. No combate às chamas, estão os Bombeiros Sapadores de Gaia e os Bombeiros Voluntários de Coimbrões, com 71 elementos e 23 veículos de ataque e apoio. As autoridades estão a pedir aos moradores que abandonem o local. Quatro prédios de habitação, que ficam junto à fábrica, já foram evacuados.

  • Dezenas de moradores foram retirados de casa durante incêndio em Gaia
    0:34

    País

    Dezenas de moradores tiveram de ser retirados de casa, durante o incêndio que deflagrou este sábado nas instalações da fábrica de tintas Barbot, em Gaia. Noutros casos, a eletricidade foi cortada por precaução. Quem vive paredes meias com a fábrica, como é o caso de Manuel Soares, relata os momentos iniciais do incêndio.

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.