sicnot

Perfil

País

Novo tratamento para doenças da próstata substitui cirurgia aberta

Um novo tratamento para pacientes que sofrem de dificuldades urinárias por doença da próstata, como a hiperplasia benigna, está a ser aplicado desde maio no Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa, Gondomar, disse hoje à Lusa o urologista Fábio Almeida.

© Suzanne Plunkett / Reuters

Segundo o especialista, o tratamento é feito através da cirurgia por vaporização anatómica, uma técnica minimamente invasiva em que a remoção do tecido prostático, que provoca obstrução da bexiga, é feita com um laser introduzido pela uretra.

"O laser já é usado há alguns anos, esta técnica cirúrgica é que é bastante recente e inovadora. Permite que de uma maneira simples e muito anatómica consigamos mimetizar o que se fazia antigamente com a cirurgia aberta, que é remover todo o tecido prostático que estava a mais - o chamado adenoma prostático - que cresce com o avançar da idade devido a muitos fatores", explicou Fábio Almeida.

Ou seja, sublinhou, "permite a remoção do tecido sem praticamente perda de sangue nenhum, sem cicatrizes, porque a intervenção é feita de forma endoscópica através da uretra e permite operar o doente de manhã e à tarde dar-lhe alta, com a função urinária normalizada". 

"É uma inovação fantástica, porque os resultados são iguais ou melhores aos obtidos através da cirurgia aberta", garantiu Fábio Almeida, que é coordenador do Serviço de Urologia do Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa.

Segundo disse à Lusa, a nova técnica, que foi desenvolvida por um médico espanhol, começou a ser utilizada em maio e já permitiu tratar três doentes, um dos quais com 90 anos, que "estava algaliado há praticamente três semanas e que teve uma recuperação fantástica, foi operado de manhã e à tarde foi embora, sem complicações".

A hiperplasia benigna da próstata (HBP) é uma patologia ligada ao envelhecimento. Não sendo geralmente uma doença que coloque a vida em risco, manifesta-se clinicamente através de um conjunto de sintomas do aparelho urinário inferior que reduzem a qualidade de vida dos doentes. Tem implicações na vida dos homens a partir dos 45-50 anos, podendo causar sintomas significativos em até 30% dos homens com mais de 65 anos.






Lusa
  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06