sicnot

Perfil

País

Militares da GNR marcam vigília de protesto contra corte nas reformas

A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) anunciou hoje que vai realizar, na próxima quarta-feira, uma vigília junto às instalações da Caixa Geral de Aposentações (CGA), em Lisboa, para protestar contra o corte nas reformas dos militares da GNR.

Para a APG, a aplicação do fator de sustentabilidade aos militares da GNR "é uma tremenda ilegalidade", tratando-se de "mais do que um injusto e inadmissível corte na reforma".

"Vamos fazer esta vigília porque a CGA mantém, no nosso entender ilegal, a penalização dos profissionais da GNR que passaram em janeiro para a situação reforma", disse à agência Lusa o presidente da APG, César Nogueira, adiantando que, em alguns casos, os cortes atingem os 400 euros.

Segundo a associação mais representativa da GNR, a CGA parte do princípio que os militares se reformam antecipadamente e que, não cumprindo toda a carreira contributiva, devem ser penalizados no cálculo da sua pensão de reforma.

César Nogueira afirmou que a CGA tem "o entendimento que os guardas só se podem reformar aos 66 anos, como os restantes funcionários públicos, mas o nosso estatuto não nos permite andar a trabalhar até essa idade". 

O estatuto dos militares impede que a partir de determinada idade exerçamos funções, pelo que é "no mínimo insólito" que, ainda assim, "não exista um regime especial de reforma que salvaguarde as características das nossas funções", sublinhou.

De acordo com o presidente da APG, o estatuto estabelece que os militares passem à reserva aos 55 anos de idade e aos 36 anos de serviço e depois entrem na reforma aos 60 anos. 

"Além dos processos em tribunal, temos também que demonstrar o desagrado e pressionar o poder político, porque também é uma questão política, para que a situação seja resolvida", afirmou, sublinhando que a vigília junto às instalações da CGA "é um dos primeiros protestos".

A APG admite organizar outras ações de luta contra os cortes nas reformas, nomeadamente uma vigília junto à residência do primeiro-ministro, uma vez que "a tutela e o próprio Governo têm responsabilidade".

Segundo César Nogueira, 500 militares da GNR passaram à reforma em janeiro deste ano e, em 2016, vão entrar nesta situação 600, pelo que "o problema tem que ser resolvido".

A vigília de protesto vai realizar-se entre as 08:00 e as 17:00.


Lusa
  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • As polémicas do primeiro mês de Donald Trump como Presidente
    3:17
  • Deputados britânicos debatem hoje petição que desvaloriza visita de Donald Trump

    Mundo

    Os deputados britânicos debatem hoje uma petição que reclama que a futura visita de Estado do Presidente norte-americano, Donald Trump, seja reduzida a uma visita oficial, enquanto dezenas de milhares de pessoas se manifestam sobre o mesmo assunto. Dezenas de milhares de pessoas são esperadas hoje nas ruas de várias cidades do Reino Unido, em protestos organizados para coincidir com a discussão no parlamento (na Câmara dos Comuns) de uma petição 'online' que já tem quase dois milhões de subscritores.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.