sicnot

Perfil

País

Trânsito condicionado e mais transportes públicos na grande noite das Festas de Lisboa

A celebração da noite de Santo António em Lisboa vai provocar condicionamentos ao trânsito entre hoje e sábado e motivar o reforço do serviço de transportes públicos da CP, do Metro, da Carris e da Transtejo.

© Nacho Doce / Reuters

Devido ao desfile das marchas populares, o trânsito vai estar condicionado a partir das 18:00 no eixo central da Avenida da Liberdade, na Rua Alexandre Herculano e na Rua das Pretas, e, meia hora mais tarde, vão fechar também ao trânsito automóvel o eixo central do Marquês de Pombal e a Praça dos Restauradores. Pelas 20:00, será cortada a circulação até ao Rossio.

A circulação nas vias de transportes públicos estará condicionada logo a partir das 14:30 e até às 18:00.

Entre as 18:00 de hoje e as 07:00 de sábado, os arraiais populares dos bairros de Alfama, São Vicente e Bica, em Lisboa, também vão provocar o encerramento do trânsito em 27 troços das freguesias de Santa Maria Maior, São Vicente e Misericórdia, segundo informação do município, disponível no seu 'site', no espaço de alertas (http://www.cm-lisboa.pt/alertas).

A partir das 20:00, a Avenida Ribeira das Naus vai ficar encerrada ao trânsito e os condicionamentos podem estender-se ao viaduto da Avenida Mouzinho de Albuquerque (nascente) e à D. Carlos I (lado poente).

Para dar resposta à grande procura por parte dos passageiros durante a noite de Santo António, a CP -- Comboios de Portugal anunciou que vai reforçar a sua oferta nas linhas de Sintra e Cascais, onde a procura é mais significativa. À oferta regular acrescem os seguintes comboios: no percurso Rossio -- Sintra às 02:30, 03:30, 04:30 e 05:30 e no sentido Cais do Sodré -- Cascais às 02:30, 03:30 e 04:30.

Em relação ao Metro de Lisboa, a circulação vai ser reforçada em todas as linhas, a partir das 21:00, através da utilização de composições com seis carruagens, informou a Transportes de Lisboa, que agrega o Metro, a rodoviária Carris e a Transtejo/Soflusa (ligações fluviais).

As estações de Arroios e Areeiro serão encerradas a partir das 21:00.

O serviço da Carris prevê "um reforço das carreiras da Rede da Madrugada, desde a 01:00 do dia 13 de junho".

Com partida no Cais do Sodré vão ser reforçadas as carreiras 206 (Senhor Roubado), 210 (Prior Velho), 201 (Linda-a-Velha), 202 (Portas de Benfica) e 207 (Lumiar).

Na Praça da Figueira vai haver um reforço da carreira 208 (Oriente) e no Marquês de Pombal a medida recai sobre os percursos 736 (Senhor Roubado) e 207 (Lumiar). 

Devido aos condicionamentos de trânsito, relacionados com a celebração dos Casamentos de Santo António, a realização das marchas populares e os restantes festejo, o serviço regular da Carris vai ser afetado ao longo do dia, esclareceu a empresa dia.

O grupo Transtejo também vai reforçar a oferta de lugares, a partir das 20:00, nas ligações fluviais de Cacilhas (Almada) e Barreiro, pondo a circular navios com maior lotação em função da procura.

Já no sábado, a missa solene em honra de Santo António, que se realiza às 12:00, na Sé, e a procissão pelas ruas de Alfama, a partir das 17:00, vão também provocar condicionamentos de trânsito, nos períodos entre as 11:00 e as 13:00, e entre as 15:30 e as 20:00, no Largo da Madalena, Rua das Pedras Negras, Largo de Santa Luzia, Rua do Barão, Rua São João da Praça, Cruzes da Sé.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.