sicnot

Perfil

País

BE quer mais proteção para a agricultura e mais regulamentação para a distribuição

A porta-voz do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, defendeu hoje, em Santarém, uma maior proteção para a atividade agrícola, ao nível da repartição de apoios e da regulação do setor da grande distribuição.

Lusa

"Os produtores agrícolas têm feito um esforço imenso e meritório, mas na realidade a agricultura só representa 2% do PIB [Produto Interno Bruto] português e portanto precisa de mais apoio e de uma organização que proteja a produção agrícola no nosso país", afirmou Catarina Martins.

Em Santarém, onde hoje visitou a Feira Nacional de Agricultura, que decorre no Centro Nacional de Exposições até domingo, a bloquista disse que os apoios europeus são "distribuídos sempre pelos mesmos grandes produtores", existindo "muitos entraves à capacidade de os pequenos produtores receberem esses apoios".

Catarina Martins defendeu por isso que os fundos "cheguem a todos os agricultores e que não fiquem concentrados" sempre nos produtores de maior dimensão.

A porta-voz do BE lembrou que "este Governo teve o compromisso de proteger a agricultura da chantagem da grande distribuição", a qual tem "uma política de relacionamento com a agricultura, com os agricultores, que esmaga os preços e a possibilidade de produção agrícola no nosso país".

Apesar de ter sido criada a PARCA - Plataforma de Acompanhamento das Relações na Cadeia Agroalimentar, a dirigente do BE sustentou que a mesma se limita "a observar" e "não faz aquilo que é essencial, que é regular os preços para que os agricultores tenham condições para vender aquilo que produzem".

Daí que o BE considere importante "pôr a grande distribuição no lugar", para que " não seja um instrumento para levar à falência os agricultores portugueses como tem sido até agora", concluiu Catarina Martins.

Lusa
  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.

  • "Estar na Web Summit foi dizer em empreendedorês: estamos vivos, estamos aqui!"

    Web Summit

    No seguimento da entrevista à blogger Sara Riobom, que conhecemos durante a WebSummit, trazemos a história de outro jovem português (que não trabalha sozinho) que esteve no evento, em Lisboa, a promover a sua startup. Quis o acaso e as peripécias do direto e do destino que acabasse por receber um visitante ilustre e especial no seu stand: nada mais nada menos do que o primeiro-ministro, António Costa. Recentemente estiveram no Shark Tank, onde conseguiram captar a atenção de um dos “tubarões” do programa da SIC. Mas o que queremos saber é…

    Martim Mariano