sicnot

Perfil

País

Rebentamento de foguete causa um morto em Torres Vedras

Um acidente com um foguete vitimou mortalmente um homem de cerca de 50 anos, na localidade de Varatojo, no concelho de Torres Vedras, informou hoje o comandante dos bombeiros.

"Suspeitamos que tenha havido uma avaria no sistema de lançamento e que um foguete tenha rebentado fora de tempo, atingindo mortalmente o funcionário da empresa responsável pelo fogo-de-artifício", disse à agência Lusa o comandante dos Bombeiros de Torres Vedras, Fernando Barão.

O acidente ocorreu à meia-noite, aquando do lançamento de fogo-de-artifício no âmbito das festividades da localidade, no concelho de Torres Vedras, no distrito de Lisboa.

"O foguete atingiu a vítima por baixo do queixo, tendo-o decapitado de imediato, pelo que o óbito foi declarado no local e corpo transportado para o Instituto de Medicina local", acrescentou o comandante.

No local estiveram duas viaturas e cinco bombeiros da corporação de Torres Vedras, a VMER (viatura Médica de Emergência e Reanimação) do Hospital de Torres Vedras e a GNR.

Lusa
  • Kikas faz história
    1:22
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Hindus pedem a troca de nome da cerveja brasileira Brahma

    Mundo

    Um grupo de hindus pediu a mudança da marca de cerveja Brahma, propriedade da multinacional cervejeira Anheuser-Busch InBev, com sede em Lovaina, na Bélgica, argumentando que é inapropriado uma bebida alcoólica ter o nome que um deus hindu.

  • Manuais oferecidos aos alunos do 1.º ano não podem ser reutilizados
    2:42

    País

    As escolas querem que sejam devolvidos aos alunos os manuais do 1.ºo ano que foram dados gratuitamente pelo Estado para serem reutilizados nos próximos anos. A Associação de Diretores de Agrupamentos diz que os livros estão praticamente todos em bom estado, mas da forma como são feitos pelas editoras é impossível voltar a usá-los. As escolas querem que o Executivo chegue a um entendimento com as editoras para conceber manuais reutilizáveis.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.