sicnot

Perfil

País

Rebentamento de foguete causa um morto em Torres Vedras

Um acidente com um foguete vitimou mortalmente um homem de cerca de 50 anos, na localidade de Varatojo, no concelho de Torres Vedras, informou hoje o comandante dos bombeiros.

"Suspeitamos que tenha havido uma avaria no sistema de lançamento e que um foguete tenha rebentado fora de tempo, atingindo mortalmente o funcionário da empresa responsável pelo fogo-de-artifício", disse à agência Lusa o comandante dos Bombeiros de Torres Vedras, Fernando Barão.

O acidente ocorreu à meia-noite, aquando do lançamento de fogo-de-artifício no âmbito das festividades da localidade, no concelho de Torres Vedras, no distrito de Lisboa.

"O foguete atingiu a vítima por baixo do queixo, tendo-o decapitado de imediato, pelo que o óbito foi declarado no local e corpo transportado para o Instituto de Medicina local", acrescentou o comandante.

No local estiveram duas viaturas e cinco bombeiros da corporação de Torres Vedras, a VMER (viatura Médica de Emergência e Reanimação) do Hospital de Torres Vedras e a GNR.

Lusa
  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.