sicnot

Perfil

País

Helicópteros do INEM 100% operacionais em maio

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) divulgou hoje que, durante o mês de maio, os quatro helicópteros do serviço de emergência apresentaram uma taxa de operacionalidade de 100%.

Os quatro helicópteros do INEM, com base em Macedo de Cavaleiros, Santa Comba Dão, Loures e Loulé "apresentaram no mês de maio uma taxa de operacionalidade de 100%, dando resposta às 89 missões de socorro e assistência ao cidadão", refere o INEM num comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo o INEM, durante o mês de maio o helicóptero de Macedo de Cavaleiros foi acionado 25 vezes, o de Santa Comba Dão 20, o de Loures 35 e o de Loulé 9.

"O INEM confirma que as necessidades do país em matéria de helitransporte de emergência estão asseguradas em resultado das medidas que foram implementadas pelo instituto a este serviço", salientou.

No âmbito daquelas medidas, o INEM deslocalizou o helicóptero Agusta 109 da Base Aérea de Beja para Loulé de "forma a cobrir toda a região sul do país" e introduziu um quarto helicóptero, operado diretamente pelo instituto, em Santa Comba Dão.

No passado dia 22 de abril, o INEM disse ter deixado de ter disponíveis dois helicópteros Kamov de transporte de doentes.

A paragem esteve relacionada com a transferência de gestão dos helicópteros da Autoridade Nacional de Proteção Civil para a empresa Everjets, que ganhou este ano o concurso público de operação e manutenção dos aparelhos.

O INEM utilizava dois helicópteros Kamov, com base em Loulé e Santa Comba Dão, para transporte de doentes, sobretudo em emergências durante a noite.






Lusa
  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC