sicnot

Perfil

País

José Saramago e Sophia de Mello Breyner no exame de Português do 12º ano

José Saramago, Sophia de Mello Breyner e José Tolentino Mendonça foram os autores escolhidos para o exame de Português realizado hoje pelos alunos do 12.º ano e que exigia "grande concentração", segundo a Associação de Professores de Português (APP). 

1995 - José Saramago recebe o Prémio Camões.

1995 - José Saramago recebe o Prémio Camões.

AP Images - ARMANDO FRANCA

No parecer ao exame da primeira fase, a APP afirma que a prova foi elaborada de acordo com o programa, pautando-se pela coerência estrutural, embora exigindo dos alunos "um elevado grau de concentração e atenção", o que "já deverá existir em alunos deste nível de escolaridade".

A primeira parte do exame apresentava um excerto de "Memorial do Convento", de José Saramago, seguindo-se um grupo com um poema de Sophia de Mello Breyner, inserido na rubrica "Poetas do século XX".

Segundo a APP, as duas questões apresentadas obrigavam a que o examinando assimilasse toda a linguagem metafórica aí existente, exigindo "grande concentração".

No II grupo, um texto de José Tolentino Mendonça que obrigavam também a "uma leitura muito atenta".

Este é o maior exame do ensino secundário, com 72.986 inscrições.

Lusa
  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38