sicnot

Perfil

País

Polícia Judiciária detém em Lisboa suspeito de ligação ao narcotráfico em Itália

A Polícia Judiciária deteve na zona de Lisboa um homem alvo de um mandado internacional por suspeita de ligação a uma poderosa organização de narcotráfico italiana ligada à máfia calabresa "Ndrangheta", disse à Lusa fonte policial.

No âmbito de uma operação de grande envergadura de combate ao tráfico de droga internacional desenvolvida em Itália foram detidas mais sete pessoas e apreendidos cerca de quatro milhões de euros. (Arquivo)

No âmbito de uma operação de grande envergadura de combate ao tráfico de droga internacional desenvolvida em Itália foram detidas mais sete pessoas e apreendidos cerca de quatro milhões de euros. (Arquivo)

© Daniel Becerril / Reuters

A fonte da PJ adiantou que o suspeito, de 34 anos, detido na quarta-feira, na zona de Lisboa, tem dupla nacionalidade, brasileira/portuguesa, e que no âmbito de uma operação de grande envergadura de combate ao tráfico de droga internacional desenvolvida em Itália foram detidas mais sete pessoas e apreendidos cerca de quatro milhões de euros. 

O detido foi ouvido hoje no Tribunal da Relação de Lisboa, que decretou a sua prisão preventiva enquanto aguarda o processo de extradição para Itália.

A operação internacional decorreu em simultâneo noutros países, como Espanha, sublinhando a fonte da Polícia Judiciária (PJ) a importância da cooperação e coordenação entre as várias polícias envolvidas.

Através dessa cooperação, e no cumprimento de um mandado de detenção internacional, a PJ conseguiu localizar na zona de Lisboa o suspeito e coordenar a sua detenção com as autoridades italianas para que as operações decorressem em simultâneo, para evitar alertas e fugas de informação.  

Entretanto, a polícia financeira italiana também anunciou a apreensão de cerca de quatro milhões de euros em dinheiro, encontrados enterrados no jardim da vivenda do líder da rede internacional de traficantes de droga, perto de Turim (noroeste). 

As autoridades emitiram 15 mandados de captura e detiveram sete pessoas em Itália e a PJ um em Portugal. Sete outros suspeitos, incluindo três brasileiros, continuam a ser procurados. 

Estas pessoas são suspeitas de pertencer a uma organização internacional de traficantes de droga, que importava cocaína da América do Sul para a máfia calabresa, a "Ndrangheta". 

De acordo com a polícia italiana, trata-se de "uma das maiores organizações de narcotráfico presentes em Itália, com uma base operacional na província de Turim e importantes ramificações" noutras regiões italianas. 

O dinheiro enterrado era "o tesouro" da organização criminosa. Além do dinheiro, a polícia encontrou vários relógios valiosos, incluindo 26 'Rolex', joias e outros objetos preciosos. 

Durante o inquérito, que se prolongou por meses, 415 quilogramas de cocaína, no valor de cerca de 35 milhões de euros, foram apreendidos em três operações diferentes no porto espanhol de Valença (nordeste). 

Bens imobiliários, contas correntes, sociedades e automóveis no valor total de oito milhões de euros foram apresados.
Lusa
  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.