sicnot

Perfil

País

Portugal acima dos 30º

Onze distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de tempo quente, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Amit Dave / Reuters

De acordo com o IPMA, os distritos de Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Santarém, Portalegre, Évora, Beja e Setúbal vão estar sob aviso amarelo entre as 09:00 de hoje e as 21:00 de sábado devido à persistência de valores elevados das temperaturas máximas.

O aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, é emitido pelo IPMA quando há risco para determinadas atividades que dependem do estado do tempo.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, vento em geral fraco do quadrante leste, soprando moderado de noroeste no litoral oeste e de sudoeste na costa sul do Algarve durante a tarde, e sendo moderado a forte de nordeste nas terras altas até ao fim da manhã e para o final do dia.

Está ainda prevista uma pequena subida da temperatura máxima nas regiões centro e sul.

Em Lisboa as temperaturas vão variar entre os 22 e os 35 graus, no Porto entre 20 e 31, em Braga entre 18 e 30, em Coimbra entre 18 e 35, em Leiria entre 14 e 34, em Santarém entre 17 e 37, em Castelo Branco entre 20 e 35, em Portalegre entre 22 e 37, em Évora entre 15 e 37, em Beja entre 17 e 38, em Faro entre 20 e 30 e em Aveiro entre 19 e 32.
  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.