sicnot

Perfil

País

Portugal acima dos 30º

Onze distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de tempo quente, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Amit Dave / Reuters

De acordo com o IPMA, os distritos de Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Santarém, Portalegre, Évora, Beja e Setúbal vão estar sob aviso amarelo entre as 09:00 de hoje e as 21:00 de sábado devido à persistência de valores elevados das temperaturas máximas.

O aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, é emitido pelo IPMA quando há risco para determinadas atividades que dependem do estado do tempo.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, vento em geral fraco do quadrante leste, soprando moderado de noroeste no litoral oeste e de sudoeste na costa sul do Algarve durante a tarde, e sendo moderado a forte de nordeste nas terras altas até ao fim da manhã e para o final do dia.

Está ainda prevista uma pequena subida da temperatura máxima nas regiões centro e sul.

Em Lisboa as temperaturas vão variar entre os 22 e os 35 graus, no Porto entre 20 e 31, em Braga entre 18 e 30, em Coimbra entre 18 e 35, em Leiria entre 14 e 34, em Santarém entre 17 e 37, em Castelo Branco entre 20 e 35, em Portalegre entre 22 e 37, em Évora entre 15 e 37, em Beja entre 17 e 38, em Faro entre 20 e 30 e em Aveiro entre 19 e 32.
  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.