sicnot

Perfil

País

Dois mortos em carro que caiu no rio Tejo na zona de Santa Apolónia, Lisboa

Dois mortos é o resultado da queda de um carro, esta madrugada, no rio Tejo, numa zona próxima da estação de comboios de Santa Apolónia, disse à agência Lusa o comandante do Porto de Lisboa.

REUTERS

O alerta foi dado cerca das 3:22 da manhã por um grupo de jovens, que testemunhou no local que um carro de matrícula portuguesa tinha caído ao rio, disse à Lusa o comandante Cruz Gomes.

O acidente ocorreu na Rua da Cintura do Porto de Lisboa.

Cruz Gomes adiantou ainda que as vítimas mortais são um homem e uma mulher "que aparentam ter 50 anos de idade".

O comandante do Porto de Lisboa explicou que por volta das 3:00 da manhã, um grupo de jovens comunicou à PSP, na zona de Santa Apolónia, que tinha visto um carro a cair ao rio.

A Capitania deslocou para o local uma embarcação da Polícia Marítima e, com o apoio dos mergulhadores dos Sapadores Bombeiros, verificou a existência de uma viatura dentro de água com duas pessoas a bordo.

"Como a viatura estava no lodo, não foi possível retirá-la imediatamente. E, com o apoio da embarcação da Administração do Porto de Lisboa retirámos a viatura e os corpos, como estiveram muito tempo imersos, já foram retirados sem vida", disse Cruz Gomes.

Segundo o comandante, a Polícia Judiciária já se encontra no local a efetuar perícias ao veículo de matrícula portuguesa.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.