sicnot

Perfil

País

Ministério da Educação quer que aulas comecem entre 15 e 21 de setembro

O governo quer que o próximo ano lectivo comece mais tarde. Entre 15 e 21 de setembro, uma semana mais tarde do que o que tem sido hábito nos últimos anos. 

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

(Francisco Seco/ AP)

O governo quer que o próximo ano lectivo comece mais tarde. Entre 15 e 21 de setembro, uma semana mais tarde do que o que tem sido hábito nos últimos anos. 

A proposta do ministério da Educação já foi entregue ao Conselho de Escolas. 

À SIC, fonte do ministério diz que, o que se pretende, é um maior equilíbrio na duração dos 3 períodos lectivos. O PCP entrega amanhã um pedido protestativo para obrigar o ministro da Educação a ir ao Parlamento dar explicações.
  • O vestido de Jennifer Lawrence que está a dar que falar

    Cultura

    Jennifer Lawrence escolheu um vestido arrojado para usar na sessão fotografia do próximo filme e a internet reagiu. Muitas foram as críticas feitas, que davam conta de uma roupa "demasiado reveladora" para o frio que se fazia sentir em Londres. Mas Jennifer Lawrence não deixou passar, criticando os comentários "sexistas" e "nada feministas".

    SIC

  • Proposta criação de 77 mil empregos através de uma descida da TSU
    1:23
  • Governo enfrenta vaga de contestação
    2:35

    Economia

    O Governo enfrenta uma onda de contestação. Guardas prisionais, procuradores, professores, médicos e enfermeiros descontentes ameaçam com greves nos diferentes setores, já nos meses de março e abril.

  • 296 mortos em 2 dias de bombardeamentos em Ghouta Oriental
    2:16
  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25