sicnot

Perfil

País

PCP e BE querem ouvir Nuno Crato no parlamento sobre abertura do ano letivo

Os grupos parlamentares do PCP e do Bloco de Esquerda (BE) querem ouvir o ministro da Educação sobre o início do ano letivo, anunciaram hoje as duas estruturas partidárias.

Lusa

O PCP, segundo fonte do grupo parlamentar, vai apresentar um pedido potestativo (que não admite contestação) para ouvir Nuno Crato na comissão de Educação sobre a abertura e as condições do próximo ano letivo. 

Já o BE, num requerimento apresentado hoje, pede a presença urgente do ministro Nuno Crato, para prestar esclarecimentos sobre o que chama de atraso no início do próximo ano letivo.

No requerimento o BE diz que quer ouvir Nuno Crato porque as aulas só começarem a 21 de setembro e não a 15.

"Tendo em consideração o histórico de gestão da atual tutela nesta matéria considera o Bloco de Esquerda necessário que o Ministro preste esclarecimentos em sede parlamentar", diz o requerimento.

O Ministério da Educação propôs aos professores que as aulas do próximo ano letivo comecem entre 15 e 21 de setembro.





Lusa
  • Rui Santos revela novos e-mails que envolvem o Benfica
    1:52

    Desporto

    No programa da SIC Notícias Tempo Extra, Rui Santos revelou esta terça-feira que um blogue associado ao Benfica partilhou informação privilegiada da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) com várias figuras do clube da Luz.

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14