sicnot

Perfil

País

Troca de cadáveres em Chaves fez com que um deles fosse enterrado duas vezes

Uma troca de cadáveres, de dois homens que morreram no sábado no Hospital de Chaves, fez com que um deles fosse enterrado duas vezes, adiantou hoje à Lusa uma familiar. 

Um homem de 55 anos, residente na aldeia de Rebordondo, Chaves, morreu no sábado às 16:00 no hospital, depois de dias internado, mas, segundo a sua familiar, a agência funerária transportou um outro corpo para o velório.

No domingo, às 18:30, a família realizou o funeral, mas estava, afinal, a enterrar esse outro corpo, de um homem de 85 anos, que havia falecido no mesmo dia.

O erro foi detetado na segunda-feira, quando a agência funerária ligou a uma das filhas do homem de 55 anos dizendo que o corpo do pai ainda estava na morgue, tendo havido uma troca.

"A família entrou em choque", frisou a familiar.

O corpo do homem de 55 anos acabou por ser enterrado na segunda-feira, ao final da tarde, tendo o outro corpo (que foi sepultado no lugar deste) sido reencaminhado para a família para a realização do velório - que, na prática, seria o segundo. 

Quanto ao facto de a família não se ter apercebido de que estava a enterrar a pessoa errada, a familiar salientou que o médico havia dito, na altura da morte, que ele iria ficar irreconhecível, daí não ter sido detetado o engano.  

O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) disse hoje à Lusa estar isento de qualquer responsabilidade, dado ter cumprido os procedimentos corretos. 

A agência funerária tinha dois corpos para transportar, tendo levado um deles para a aldeia errada, enquanto o outro ficou na morgue, explicou a unidade.

A agência Lusa tentou ainda contactar a agência funerária responsável pelo transporte dos corpos, mas sem sucesso. 

Lusa
  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17
  • Quem são os lesados do BES?
    4:52