sicnot

Perfil

País

Determinadas as medidas de coação a duas farmacêuticas suspeitas de burla ao SNS

Já são conhecidas as medidas de coação das duas farmacêuticas detidas em Lisboa por suspeitas de alegados crimes de burla qualificada ao Serviço Nacional de Saúde. A mais nova de 39 anos fica obrigada a prestar 50 mil euros de caução enquanto a mais velha de 70 anos fica suspensa de funções.  

Segundo a investigação, mãe e filha terão lesado o Estado em mais de 100 mil euros através de um esquema de simulação de venda de medicamentos comparticipados. 

Utilizavam alegadamente as receitas do Serviço Nacional de Saúde, aproveitando os montantes dos medicamentos comparticipados e não transacionados para dispensar outros medicamentos aos clientes que também colaboravam no esquema. 

As autoridades não revelam o numero exacto, mas, além das duas farmacêuticas, foram constituídos arguidos alguns utentes. A investigação da Polícia Judiciária durava há mais de um ano. 
  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04

    Mundo

    A Polícia do Rio de Janeiro deteve uma portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos. Ana Resende fazia-se passar por funcionária do consulado e prometia vistos e outros documentos para tirar dinheiro das vítimas. Esta é a terceira vez que a polícia brasileira detém a portuguesa por acusações de burla.