sicnot

Perfil

País

Hasteada bandeira azul na praia da Figueirinha, em Setúbal

O vereador do Ambiente na Câmara Municipal de Setúbal, Manuel Pisco, afirmou hoje na cerimónia de hastear da bandeira azul na praia da Figueirinha que a interdição daquela zona balnear no passado fim de semana "foi um caso pontual".

"Houve alguma ocorrência pontual, que não conseguimos identificar, mas estamos todos convencidos de que foi mesmo pontual e que não se vai repetir. A Figueirinha tem a qualidade da água que sempre tem tido e que dá para ir ao banho descansado", disse o autarca.

"A qualidade da água da Figueirinha, desde há 10 anos, tem sido boa ou excelente. E nos últimos anos tem sido sempre excelente", lembrou o vereador da Câmara de Setúbal, salientando que se trata de uma praia que, pela qualidade da água, também mereceu a distinção de `praia de ouro´, atribuída pela Quercus (Associação para a Conservação da Natureza).

A praia da Figueirinha esteve interdita a banhos no passado fim de semana por terem sido detetados valores anormais da bactéria 'E. coli' nas análises à qualidade da água, mas os resultados da contra-análise, conhecidos no domingo, já revelavam valores normais da bactéria, o que permitiu o levantamento imediato da proibição de banhos.

Questionado pela Lusa, o vereador Manuel Pisco disse que a autarquia sadina não tenciona apresentar a candidatura de outras praias do concelho à bandeira azul, símbolo de praia de qualidade da União Europeia. 

"Não temos essa expetativa, devido às limitações no acesso a outras praias, como Galapos e o Portinho da Arrábida, ao contrário do que se verifica na praia da Figueirinha, que também tem a classificação de praia acessível", disse Manuel Pisco.


Lusa
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.