sicnot

Perfil

País

Ministra diz que ninguém entenderia que magistrados tivessem aumentos de 40%

Ministra diz que ninguém entenderia que magistrados tivessem aumentos de 40%

A ministra da Justiça afirma que não tem nenhuma guerra com os sindicatos e que, se alguma coisa mudou, foi a atuação das atuais direções. À saída do plenário da Assembleia da República, Paula Teixeira da Cruz comentou assim o corte de relações institucionais, anunciado pela Associação Sindical dos Juízes Portugueses e pelo Sindicato dos Magistrados do Ministério Público. Para a ministra, ninguém entenderia que os magistrados tivessem aumentos na ordem dos 40%.

  • Sindicato do Ministério Público deixa fortes críticas à ministra da Justiça
    0:50

    País

    O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público disse esta sexta-feira, em conferência de imprensa, que já não é possível aprovar a reforma do estatuto profissional. Para os representantes da classe, a ministra eclipsou-se, tendo cortado unilateralmente o diálogo depois de ter sido feita uma reunião, há mais de um mês. O presidente do sindicato, António Ventinhas, pede ainda explicações ao primeiro-ministro. Recorde-se que o braço de ferro entre o Ministério e os magistrados do Ministério Público teve já vários episódios, com acusações da ministra, em que dizia que a principal preocupação era a da tabela salarial.

  • Juízes cortam relações com ministra da Justiça
    1:13

    País

    A Associação Sindical dos Juízes acaba de cortar relações com a ministra da Justiça. Em causa está a revisão do estatuto dos magistrados.A ministra diz que exigiam ordenados exorbitantes. Os juízes respondem que Paula Teixeira da Cruz está a faltar à verdade.

  • Família Aveiro na inauguração do Aeroporto Cristiano Ronaldo
    2:34

    País

    A decisão de dar o nome de Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira divide opiniões. Contudo, na cerimónia de inauguração desta quarta-feira só se ouviram aplausos. Os madeirenses juntaram-se à porta do aeroporto para ver e receber o melhor jogador do mundo. Também a família do jogador esteve na Madeira para apoiar Ronaldo.

  • A (polémica) mudança de nome do aeroporto da Madeira
    2:00

    País

    O aeroporto da Madeira é desde esta quarta-feira aeroporto Cristiano Ronaldo. O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram juntos na homenagem ao futebolista. A alteração não é consensual entre os madeirenses.

  • O busto de Ronaldo que virou piada no mundo inteiro
    2:04

    País

    No dia em que foi formalizado o novo nome do aeroporto da Madeira, foi também conhecido o busto em bronze de Cristiano Ronaldo e que, desde logo, começou a provocar reações em todo o mundo. As críticas da imprensa internacional não são propriamente positivas e a internet aproveitou para dar contornos humorísticos à criação.

  • Os seus descontos para a Segurança Social estão em ordem?
    7:50
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Os portugueses estão cada vez mais preocupados com a reforma. O valor que se vai receber depende dos descontos que se fizerem para a Segurança Social. Mas há contabilistas que cometem burlas com o dinheiro dos clientes, há esquecimentos, e empresas que deixam de pagar as contribuições por falta de verbas. O Contas Poupança explica-lhe como pode ver neste instante se todos os seus descontos estão nos cofres da Segurança Social, e corrigir algum erro antes que seja tarde demais.

  • "Não há razão para fingirmos que hoje é um dia feliz"
    1:55

    Brexit

    Depois de receber esta quarta-feira a notificação do Brexit, o presidente do Conselho Europeu antecipou negociações difíceis. Donald Tusk diz que agora é preciso minimizar os prejuízos para os cidadãos europeus e para as empresas.

  • "Não há recuo possível"
    2:30

    Brexit

    O processo de saída do Reino Unido da União Europeia começou esta quarta-feira, com a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A notificação de Theresa May foi feita por carta a Donald Tusk e a primeira-ministra disse que não recuo possível. O processo de negociações levará dois anos e a saída do Reino Unido da União Europeia ficará concluída em 2019.