sicnot

Perfil

País

Subida gradual da temperatura até terça-feira

As temperaturas vão subir uma média de 2/4 graus por dia entre sexta-feira e terça-feira, devendo no fim de semana ultrapassar os 40 graus no Alentejo, disse à agência Lusa a meteorologista Ângela Lourenço.

© Neil Hall / Reuters

"As previsões para os próximos dias, para o território do continente e arquipélago da Madeira, são de subida gradual da temperatura, que vai persistir até dia 30 de junho. Os valores mais significativos dessa subida serão nas regiões do interior, especialmente no Alentejo, que vai registar os valores mais elevados, acima dos 40 graus", adiantou.

De acordo com a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), entre sexta-feira e terça-feira da próxima semana as temperaturas máximas vão subir uma média de 2/4 graus por dia.

"Para sábado, estamos a prever para Beja e Évora temperaturas já próximas dos 40 graus, sendo que em alguns locais destes distritos do Alentejo poderão registar-se valores acima dos 40 graus", avançou, acrescentando que estes valores vão manter-se até segunda-feira.

Ângela Lourenço explicou à Lusa que comparativamente com o episódio de tempo quente do fim de semana passado, os próximos dias vão ser quentes, mas com algumas diferenças nas regiões do litoral.

"O litoral norte e centro, como seja Porto, Leiria, Braga e mesmo Lisboa vão estar mais salvaguardados com uma subida menos acentuada. Os valores mesmo assim vão situar-se entre 30 e 35 graus. Apesar disto, o tempo quente vai notar-se menos. O vento vai soprar fraco e junto às praias existirá sempre um efeito de brisa, em particular na costa ocidental, nas praias a sul do Cabo Carvoeiro", salientou.

A meteorologista alertou ainda para a previsão para os próximos quatro dias de uma subida das temperaturas mínimas.

"Em algumas regiões do sul irão registar-se valores acima dos 20 graus. Vamos ter 'noites tropicais' e, em particular, nos distritos de Faro, Évora Beja e pontualmente Portalegre, Castelo Branco", concluiu.


Lusa
  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.