sicnot

Perfil

País

Ministra da Justiça nega ter usado dirigentes públicos com fins eleitorais

A ministra da Justiça negou hoje, no parlamento, que tenha utilizado dirigentes públicos para verificar se o programa do PS continha medidas aplicadas por este governo.

LUSA/ ARQUIVO

Numa resposta direta a uma interpelação do deputado socialista Jorge Lacäo relacionada com informação hoje divulgada pelo Diário de Notícias (DN), Paula Teixeira da Cruz disse que o que ocorreu foi "uma monitorização, uma verificação, como é habitual", das medidas adotadas pelo Governo.

"O que aconteceu no âmbito desta monitorização, que é normal, foi, tendo-se verificado que havia um conjunto de medidas muito semelhantes às implementadas pelo Governo, foi pedido que se verificasse se essas medidas estavam contidas nas nossas propostas", disse a ministra, que está no parlamento para debater o Estatuto da Vítima.

Lacão frisou que o pedido tinha sido feito por correio eletrónico por uma adjunta da ministra a pedido da chefe de gabinete desta e que visava verificar "ponto por ponto" se as propostas eleitorais do PS para a área da justiça coincidiam com medidas adotadas pelo Governo. 

Em causa está a manchete de hoje do DN, que noticia que a ministra utilizou dirigentes públicos para saber se o programa do PS para a área da justiça coincidia com as medidas adotadas pelo executivo.

Segundo o DN, os diretores-gerais receberam um correio eletrónico (e-mail) a pedir, com urgência, que identificassem, de um conjunto de medidas, as que já tivessem sido realizadas pelo atual governo ou estivessem em vias de o ser.

"O gabinete ocultou, porém, que o conjunto de ideias tinha sido retirado do programa eleitoral do PS, disponível no site oficial do partido", escreve o DN.


Lusa
  • Ministra diz que ninguém entenderia que magistrados tivessem aumentos de 40%
    0:55

    País

    A ministra da Justiça afirma que não tem nenhuma guerra com os sindicatos e que, se alguma coisa mudou, foi a atuação das atuais direções. À saída do plenário da Assembleia da República, Paula Teixeira da Cruz comentou assim o corte de relações institucionais, anunciado pela Associação Sindical dos Juízes Portugueses e pelo Sindicato dos Magistrados do Ministério Público. Para a ministra, ninguém entenderia que os magistrados tivessem aumentos na ordem dos 40%.

  • Juízes cortam relações com ministra da Justiça
    1:13

    País

    A Associação Sindical dos Juízes acaba de cortar relações com a ministra da Justiça. Em causa está a revisão do estatuto dos magistrados.A ministra diz que exigiam ordenados exorbitantes. Os juízes respondem que Paula Teixeira da Cruz está a faltar à verdade.

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.