sicnot

Perfil

País

Defesa de Manuel "Palito" diz que o arguido nunca tentou matar a filha

Defesa de Manuel "Palito" diz que o arguido nunca tentou matar a filha

A leitura do acórdão de Manuel "Palito" foi adiada para o dia 10 de julho. O adiamento foi pedido pela defesa devido a uma alteração processual. O coletivo de juízes deu como provada a existência de quatro disparos, embora só existam provas físicas de três. A defesa do presumível homicida de São João da Pesqueira, que está acusado de ter assassinado duas mulheres e provocado ferimentos a outras duas, diz que o arguido nunca tentou matar a filha e, por isso, pediu um adiamento para responder a esta alteração.

  • Alegações finais no caso de Manuel "Palito" adiadas
    0:56

    País

    As alegações finais do julgamento de Manuel "Palito", o homicida que em abril do ano passado matou duas mulheres e feriu outras duas, foram adiadas. Ao tribunal ainda não chegaram todos os exames médicos feitos as duas sobreviventes para que possa ser tomada uma decisão.

  • Alegações finais do caso de Manuel "Palito" previstas para hoje
    1:41

    País

    O início das alegações finais do caso de Manuel "Palito" está previsto para hoje. Manuel Baltazar, conhecido em Valongo dos Azeites como Manuel "Palito", é suspeito da morte de duas mulheres e ferimentos graves noutras duas. O julgamento começou em fevereiro, em Viseu, depois do Tribunal de São João da Pesqueira, concelho onde foram cometidos os crimes, ter passado a secção de proximidade.

  • Ministério Público pede a condenação máxima para "Manuel Palito"
    1:28

    País

    O Ministério Público pediu a condenação máxima para o homicida que, no ano passado, matou duas mulheres e feriu outras duas em São João da Pesqueira, num caso que se tornou mais mediático depois de uma fuga às autoridades que durou mais de um mês. A defesa de Manuel Palito alega que o arguido agiu por impulso e não quis matar a ex-mulher e a filha.