sicnot

Perfil

País

Cortado acesso ao terminal 1 do Aeroporto de Lisboa devido a "viatura suspeita"

A circulação automóvel junto à zona das partidas do terminal 1 do Aeroporto de Lisboa foi cortada hoje à tarde devido à "presença de uma viatura suspeita na zona", disse à Lusa fonte da PSP.  

© Hugo Correia / Reuters

Segundo a mesma fonte, o alerta foi dado cerca das 15:30 e "foi ativado o protocolo de segurança". No interior da viatura, que se encontra próxima do 'terminal VIP' e "parece estar abandonada", estão malas e outros objetos.

No local encontravam-se, pelas 17:40, a Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos da PSP, bombeiros e elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica.

Os passageiros que queiram chegar à zona das partidas estão a fazê-lo pela zona das chegadas. 

Contactada pela Lusa, fonte oficial da ANA -- Aeroportos de Portugal disse que esta situação "não está a afetar a operação normal do aeroporto", sublinhando que apenas está cortado o acesso à zona das partidas.

Na semana passada, a Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos foi também chamada ao aeroporto por causa de bagagem abandonada, mas a polícia concluiu tratar-se de um falso alarme.

Lusa

  • Viatura estacionada no Aeroporto de Lisboa não tinha objetos perigosos

    País

    A PSP não encontrou quaisquer objetos perigosos na viatura suspeita estacionada no exterior do Aeroporto de Lisboa. A circulação automóvel junto à zona de partidas do terminal 1 do Aeroporto de Lisboa, que esteve cortada devido à "presença de uma viatura suspeita na zona", foi reaberta às 19:05, disse à Lusa fonte da PSP.

  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada desde domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.