sicnot

Perfil

País

Crianças hospitalizadas após sintomas de alergia na Praia de Carcavelos já tiveram alta

As duas crianças que foram hoje transportadas para o Hospital São Francisco Xavier, após apresentarem comichão no corpo e vermelhidão na pele, na Praia de Carcavelos, em Cascais, já receberam alta clínica, informou fonte hospitalar.  

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

LUSA

Sessenta e quatro crianças foram assistidas ao final da manhã, na praia de Carcavelos, por apresentarem lesões na pele, segundo o balanço feito pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) à agência Lusa, cerca das 13:45.

De acordo com o INEM, estas crianças tinham "lesões cutâneas urticariformes".

Uma menina de 8 anos e um menino de 6 anos foram transportados para o Hospital São Francisco Xavier com "pruridos na pele", enquanto as restantes foram levadas, em autocarros, para a Junta de Freguesia de Belém, a fim de serem entregues aos pais.

Cerca das 16:30, fonte do gabinete de comunicação do Hospital São Francisco Xavier informou que as duas crianças já tinham recebido alta.

Sobre a origem da alegada alergia, fonte da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo remeteu informações para mais tarde.

O comandante da Polícia Marítima de Cascais, Mário Domingues, disse também à Lusa que ainda não há novidades sobre as análises que deverão ser feitas na praia.

"Sabemos que são os técnicos da Câmara de Cascais que vão fazer a recolha, mas ainda não temos indicação de que já foram à praia, nem sabemos dos resultados", informou.

Este responsável indicou, no entanto, que não foram registadas mais queixas dos banhistas e que "está tudo normal" na praia.

Segundo a Polícia Marítima, as crianças pertencem a uma escola de Belém e estavam na praia quando os sintomas foram notados, mas o problema não deverá estar ligado à praia.

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01