sicnot

Perfil

País

Pais de alunos de Alcobaça contestam qualidade das refeições em duas escolas

Quatro dezenas de pais de alunos do primeiro ciclo de Alfeizerão, Alcobaça, criticam, num abaixo-assinado, a falta de qualidade das refeições servidas em duas escolas, mas a câmara diz não ter recebido quaisquer queixas.

Arquivo Reuters

Arquivo Reuters

No documento entregue à autarquia pela Associação de Pais do Agrupamento de Escolas de S. Martinho do Porto (APESAM), a que a Lusa teve acesso, reclama-se "a melhoria da qualidade das refeições escolares" servidas na EB1 do Casal Velho e no jardim-de-infância do Casal Pardo (ambos na freguesia de Alfeizerão, no concelho de Alcobaça), alegando "queixas frequentes dos alunos".

Em representação dos encarregados de educação, a associação defende no abaixo-assinado que "a escolha da empresa para o fornecimento das refeições [...] não pode obedecer unicamente a critérios financeiros".

Exige-se à câmara que privilegie "uma política de equidade de modo a que todas as crianças da freguesia de Alfeizerão, independentemente do estabelecimento de ensino que frequentem, possam também ter acesso a refeições de qualidade", já que as restantes escolas da freguesia são servidas por uma instituição particular de solidariedade social.

Os subscritores propõem à câmara que mude de fornecedor de catering, proposta que dizem já ter sido formalmente apresentada ao setor de educação, quer pela associação quer pela Junta de Freguesia, sem ter obtido resposta positiva.

Contactada pela agência Lusa, a vereadora da Educação na Câmara de Alcobaça, Inês Silva, confirmou a receção do abaixo-assinado e afirmou-se "surpreendida" com o teor do documento, já que, sublinhou, "não deu entrada na unidade de educação qualquer reclamação sobre a qualidade das refeições".

Segundo a autarca, a empresa responsável pelas refeições naqueles estabelecimentos "serve 1545 refeições a jardins-de-infância e escolas do primeiro ciclo", cujas coordenadoras "têm indicação para comunicar, na hora, qualquer problema que se verifique".

Excluindo "algum engano pontual nas quantidades, prontamente resolvido, não houve qualquer queixa e os alunos repetem o prato", afirmou a responsável, convicta de que "o serviço correu bastante bem".

Ainda assim, a vereadora agendou com a associação uma reunião, para a próxima semana, para "tentar perceber em concreto o que originou este abaixo-assinado".

A APESAM reclama ainda que seja incluído o ensino pré-escolar no futuro Centro Escolar de Alfeizerão, uma vez que a oferta atual na freguesia "se limita a uma única sala", em instalações da Associação Recreativa do Casal Pardo, "à qual se acede através de escadas e onde não existe sequer um espaço exterior para as crianças brincarem em segurança".

No entender dos pais, "a inclusão de ensino pré-escolar no futuro centro escolar constitui um fator importante para o desenvolvimento socioeconómico e social da freguesia" e uma opção mais justa para as crianças.

À Lusa, a vereadora explicou, no entanto, que "o centro escolar ainda está em projeto", não estando fechada a decisão de não incluir no mesmo uma sala de pré-escolar.

 

 

 

 

Lusa

 

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.