sicnot

Perfil

País

Pais de alunos de Alcobaça contestam qualidade das refeições em duas escolas

Quatro dezenas de pais de alunos do primeiro ciclo de Alfeizerão, Alcobaça, criticam, num abaixo-assinado, a falta de qualidade das refeições servidas em duas escolas, mas a câmara diz não ter recebido quaisquer queixas.

Arquivo Reuters

Arquivo Reuters

No documento entregue à autarquia pela Associação de Pais do Agrupamento de Escolas de S. Martinho do Porto (APESAM), a que a Lusa teve acesso, reclama-se "a melhoria da qualidade das refeições escolares" servidas na EB1 do Casal Velho e no jardim-de-infância do Casal Pardo (ambos na freguesia de Alfeizerão, no concelho de Alcobaça), alegando "queixas frequentes dos alunos".

Em representação dos encarregados de educação, a associação defende no abaixo-assinado que "a escolha da empresa para o fornecimento das refeições [...] não pode obedecer unicamente a critérios financeiros".

Exige-se à câmara que privilegie "uma política de equidade de modo a que todas as crianças da freguesia de Alfeizerão, independentemente do estabelecimento de ensino que frequentem, possam também ter acesso a refeições de qualidade", já que as restantes escolas da freguesia são servidas por uma instituição particular de solidariedade social.

Os subscritores propõem à câmara que mude de fornecedor de catering, proposta que dizem já ter sido formalmente apresentada ao setor de educação, quer pela associação quer pela Junta de Freguesia, sem ter obtido resposta positiva.

Contactada pela agência Lusa, a vereadora da Educação na Câmara de Alcobaça, Inês Silva, confirmou a receção do abaixo-assinado e afirmou-se "surpreendida" com o teor do documento, já que, sublinhou, "não deu entrada na unidade de educação qualquer reclamação sobre a qualidade das refeições".

Segundo a autarca, a empresa responsável pelas refeições naqueles estabelecimentos "serve 1545 refeições a jardins-de-infância e escolas do primeiro ciclo", cujas coordenadoras "têm indicação para comunicar, na hora, qualquer problema que se verifique".

Excluindo "algum engano pontual nas quantidades, prontamente resolvido, não houve qualquer queixa e os alunos repetem o prato", afirmou a responsável, convicta de que "o serviço correu bastante bem".

Ainda assim, a vereadora agendou com a associação uma reunião, para a próxima semana, para "tentar perceber em concreto o que originou este abaixo-assinado".

A APESAM reclama ainda que seja incluído o ensino pré-escolar no futuro Centro Escolar de Alfeizerão, uma vez que a oferta atual na freguesia "se limita a uma única sala", em instalações da Associação Recreativa do Casal Pardo, "à qual se acede através de escadas e onde não existe sequer um espaço exterior para as crianças brincarem em segurança".

No entender dos pais, "a inclusão de ensino pré-escolar no futuro centro escolar constitui um fator importante para o desenvolvimento socioeconómico e social da freguesia" e uma opção mais justa para as crianças.

À Lusa, a vereadora explicou, no entanto, que "o centro escolar ainda está em projeto", não estando fechada a decisão de não incluir no mesmo uma sala de pré-escolar.

 

 

 

 

Lusa

 

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.