sicnot

Perfil

País

Apoio comunitário a doentes mentais "longe do mínimo aceitável"

A grande maioria da população já não depende de hospitais psiquiátricos de estadia prolongada, contudo nos hospitais gerais que passaram a seguir estes doentes continuam a faltar cuidados na comunidade e ao domicílio, mantendo modelos há muito ultrapassados.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Nacho Doce / Reuters

Estas são as principais conclusões do primeiro relatório nacional e do relatório europeu sobre transição dos cuidados de saúde mental para a comunidade que são hoje apresentados na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa.

Os relatórios da "EU Joint Action on Mental Health and Wellbeing" focam os aspetos positivos e negativos da transição de modelos institucionais para modelos baseados na comunidade.

Como positivo, apontam o facto de mais de 75% da população depender de cuidados prestados por serviços com base em hospitais gerais, que substituíram os hospitais psiquiátricos como elemento central do sistema de saúde mental.

O relatório nacional destaca que se encerrou o mais antigo hospital psiquiátrico do país (Hospital Miguel Bombarda), através de um processo que levou à sua substituição por um conjunto de novos serviços de saúde mental na comunidade e em vários hospitais gerais, como os do Barreiro, Centro Hospitalar Lisboa Ocidental, Cascais, Amadora, Almada, Setúbal, Évora e Beja.

O objetivo desta transição era passar a utilizar modelos baseados na comunidade e socialmente inclusivos, como o internamento de curta duração e cuidados ambulatórios nos hospitais gerais, nos centros de saúde mentais e em centros de dia, para garantir às pessoas o direito de viver na comunidade, a escolher o local de residência e ter acesso a serviços residenciais, domiciliários e a outros serviços comunitários.

No entanto, são apontados vários aspetos a melhorar, entre os quais se destaca o facto de a maior parte dos serviços de saúde portugueses, incluindo os baseados nos hospitais gerais, continuarem a concentrar a maior parte dos seus recursos em atividades intra-hospitalares e a ter "uma escassa atividade na comunidade, privilegiando modelos de cuidados há muito ultrapassados". 

"As equipas de saúde mental verdadeiramente implantadas na comunidade continuam a existir num número restrito de departamentos de saúde mental", conclui o relatório. 

Por outro lado, os programas colaborativos com os cuidados primários, os programas integrados para doentes mentais graves, os centros de saúde mental e os programas de intervenção domiciliária "continuam a ter uma expressão muito modesta, em comparação com a realidade dos outros países europeus, e estão muito longe do mínimo aceitável", sublinha.

 

Lusa

  • Jovem que morreu numa estância de esqui em Espanha sofreu um aneurisma
    1:26
  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira