sicnot

Perfil

País

Trabalhadores do INEM em vigília no Ministério da Saúde

Algumas dezenas de trabalhadores do INEM concentraram-se hoje de manhã junto ao Ministério da Saúde, apesar de o governo ter decidido retomar as negociações sindicais, que era a principal motivação do protesto.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A vigília tinha sido anunciada na quarta-feira para apelar ao retomar das negociações da carreira de técnico de emergência, interrompidas pelo governo na sequência da greve ao trabalho extraordinário.

Segundo Paulo Andrade, trabalhador responsável pela organização desta iniciativa, o Ministério da Saúde decidiu entretanto agendar nova reunião negocial para dia 14 deste mês.

Fonte oficial do Ministério confirmou à agência Lusa o agendamento desta reunião.

O Ministério da Saúde tinha decidido, no dia 22 de junho, adiar 'sine dia' a reunião de negociação sindical com os técnicos de ambulância de emergência, em reposta à decisão de manter a greve às horas extraordinárias, em vigor desde o dia 24 de junho.

Apesar da marcação da reunião, os trabalhadores decidiram manter a concentração de hoje para mostrar que "estão atentos a todo o desenrolar do processo" e que exigem "passos concretos e sucesso nas negociações".

"Presumo que haja depois condições para desconvocar a greve [ao trabalho extraordinário] ", referiu à agência Lusa Paulo Andrade, remetendo uma decisão para depois da reunião de dia 14.

Na base da greve ao trabalho extraordinário estão as exigências de garantias de homologação da carreira de técnico de emergência ainda da reposição das 35 horas de trabalho semanais.

 

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".