sicnot

Perfil

País

Bombeira ferida no Douro Internacional helitransportada para o Porto

Uma bombeira de 50 anos, que sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus nas pernas e braços durante o combate ao incêndio no Parque natural do Douro Internacional, vai ser helitransportada para o Hospital de S. João, no Porto.

O incêndio, que já lavra em duas freguesias do concelho de Mogadouro e está a ser combatido por cerca de 130 bombeiros, provocou queimaduras em duas operacionais. (Arquivo)

O incêndio, que já lavra em duas freguesias do concelho de Mogadouro e está a ser combatido por cerca de 130 bombeiros, provocou queimaduras em duas operacionais. (Arquivo)

SIC

O incêndio, que já lavra em duas freguesias do concelho de Mogadouro e está a ser combatido por cerca de 130 bombeiros, provocou queimaduras em duas operacionais.

Fonte da equipa do INEM destacada para o local adiantou que a mulher de 50 anos vai seguir para o heliporto do Hospital Pedro Hispano, Matosinhos, seguindo depois para o de S. João.

A fonte disse que ainda não está completado o diagnóstico à outra bombeira ferida, de 24 anos, que poderá vir também a necessitar de ser helitransportada para um hospital central.

O incêndio, que teve início naquele parque natural, em Bruçó, Mogadouro, alastrou, entretanto, para a freguesia vizinha de Castelo Branco e está a ser combatido por 130 bombeiros, apoiados por 42 viaturas e quatro aviões.

O major Cura Marques, das Relações Públicas do Comando Distrital de Bragança da GNR Bragança, adiantou à Lusa que o incêndio terá sido provocado por duas máquinas industriais que procediam ao carregamento de madeira.

Fonte da Proteção Civil Municipal de Mogadouro disse que as máquinas ficaram destruídas pelas chamas.

Segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o incêndio deflagrou cerca das 13:00 horas "e não há populações em perigo".

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.