sicnot

Perfil

País

ASAE alerta para falsos inspetores que pedem pagamento de coimas

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) alertou esta segunda-feira para a prática de burla por pessoas que se apresentam como inspetores desta força de fiscalização, com identificação falsa, e pedem o pagamento de coimas em atraso.

(Arquivo)

(Arquivo)

A ASAE esclarece que "em nenhuma situação os inspetores efetuam qualquer tipo de contacto direto com os operadores económicos para pagamento de coimas 'in loco'" (no local) e todos os procedimentos são efetuados pelas vias formais e legais.

Por isso, os operadores económicos não devem aceder aos pedidos de "qualquer suposto inspetor", no sentido de serem efetuados pagamentos, e "devem de imediato contactar a força policial da zona" para "viabilizar a detenção em flagrante daqueles que indevidamente se façam passar por agentes da autoridade", salienta um comunicado da ASAE.

A autoridade para a segurança alimentar e a fiscalização económica informa que teve conhecimento da prática de burla, efetuada por indivíduos que se fazem passar por inspetores em estabelecimentos de hotelaria e de alojamento local, "exibindo, em alguns casos, identificação falsa".

O contacto dos falsos inspetores, explica, é por norma efetuado diretamente com os operadores económicos, no sentido de procederem à fiscalização do estabelecimento visado, mas "dando a indicação de que, para tal, devem efetuar uma transferência bancária ou procederem ao levantamento de quantias de dinheiro, supostamente para o pagamento de coimas em atraso".

Os lesados acabaram por dirigir-se à ASAE e à PSP, confirmaram a sua suspeita e apresentaram queixa.

Lusa

  • Chamas passaram por cima da A23
    1:06

    País

    A A23 esteve cortada ao longo do dia por causa do fumo e das chamas. Em direto para a SIC Notícias, perto das 18h30, os repórteres da SIC presenciaram o momento em que o fogo passou por cima da autoestrada da Beira Interior.

  • Várias povoações evacuadas no concelho de Nisa

    País

    Várias povoações do concelho de Nisa, no distrito de Portalegre, foram esta quarta-feira à noite evacuadas, devido à ameaça do incêndio que lavra no concelho, disse à agência Lusa a presidente do município, Idalina Trindade.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14