sicnot

Perfil

País

Risco de incêndio de muito elevado a máximo em regiões do interior

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou hoje para o risco de incêndio florestal, de muito elevado a máximo, no Interior de Portugal continental, onde são esperadas temperaturas máximas superiores a 35ºC, na quarta e quinta-feira.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

Num aviso dirigido à população, a ANPC aponta o tempo seco e vento moderado, por vezes forte, como condições favoráveis para a eventual deflagração e propagação de fogos florestais nos próximos dois dias.

A ANPC precisa que a humidade relativa do ar esperada no interior será inferior, de dia, a 20 por cento e, de noite, não ultrapassará 40 por cento.

Quanto ao vento, será moderado no Litoral e pontualmente forte nas terras altas das regiões Norte e Centro, entre o final do dia de quarta-feira e a manhã de quinta-feira.

Na nota, a Autoridade Nacional de Proteção Civil lembra que, de acordo com a lei, não é permitida a realização de queimadas, fogueiras para recreio e lazer ou para confeção de comida, assim como fumar e fazer lume em zonas florestais e caminhos ou estradas que os circundem, lançar foguetes e balões com mecha acesa e usar equipamentos de queima e combustão para cozinhar alimentos ou iluminar.

A fumigação ou a desinfestação em apiários só pode ser efetuada com fumigadores que estejam equipados com "dispositivos de retenção de faúlhas". As máquinas utilizadas nas atividades agrícola e florestal devem ser mantidas limpas de óleos e poeiras e ser abastecidas "a frio em local com pouca vegetação".

Segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, disponíveis no seu portal, os distritos mais quentes serão, na quarta-feira, Portalegre (37ºC), Castelo Branco, Évora e Beja (38ºC).

Na quinta-feira, com temperaturas esperadas acima dos 35ºC, estarão Bragança, Vila Real, Viseu (36ºC), Évora, Beja (38ºC), Castelo Branco e Portalegre (39ºC).

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.