sicnot

Perfil

País

Abertos quatro inquéritos por notas escolares inflacionadas

A Inspeção-Geral de Educação e Ciência abriu quatro processos de inquérito, "para investigação mais aprofundada de indícios de responsabilidade disciplinar, detetados" em inspeções a escolas, suspeitas de inflacionarem as notas internas dos alunos.

Arquivo Reuters

Arquivo Reuters

REUTERS

"A Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) realizou averiguações em estabelecimentos de ensino, privados e públicos, que apresentavam, de forma continuada, maior discrepância entre as classificações internas e externas, tendo por base dados da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC)", adiantou o Ministério da Educação e Ciência (MEC), depois de questionado pela Lusa.

Segundo a tutela, das averiguações da IGEC resultaram emissões de recomendações para a "necessária correção dos procedimentos de avaliação dos alunos" e a "instauração de quatro processos de inquérito (em curso) para investigação mais aprofundada de indícios de responsabilidade disciplinar detetados".

Por estarem ainda a decorrer os inquéritos, o MEC não adiantou, para já, mais informações.

A IGEC realizou ainda intervenções de acompanhamento para verificar o cumprimento das recomendações emitidas, concluindo que "estavam em curso, na generalidade dos casos, iniciativas para o cumprimento das recomendações, já em 2015".

O Conselho Nacional de Educação alertou, no seu relatório "Estado da Educação 2013", divulgado em setembro do ano passado, para a existência de escolas que inflacionam os resultados dos alunos, gerando discrepâncias entre a classificação interna (resultante do trabalho desenvolvido pelo aluno ao longo de todo o ano) e a classificação externa (nota obtida nos exames).

Na altura, o MEC considerou "natural" a existência de diferenças nas notas internas e externas mas garantiu também a intervenção da IGEC, caso fosse "participada, fundamentadamente, alguma situação concreta" de manipulação concertada de resultados escolares".

Com Lusa

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.