sicnot

Perfil

País

Abertos quatro inquéritos por notas escolares inflacionadas

A Inspeção-Geral de Educação e Ciência abriu quatro processos de inquérito, "para investigação mais aprofundada de indícios de responsabilidade disciplinar, detetados" em inspeções a escolas, suspeitas de inflacionarem as notas internas dos alunos.

Arquivo Reuters

Arquivo Reuters

REUTERS

"A Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) realizou averiguações em estabelecimentos de ensino, privados e públicos, que apresentavam, de forma continuada, maior discrepância entre as classificações internas e externas, tendo por base dados da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC)", adiantou o Ministério da Educação e Ciência (MEC), depois de questionado pela Lusa.

Segundo a tutela, das averiguações da IGEC resultaram emissões de recomendações para a "necessária correção dos procedimentos de avaliação dos alunos" e a "instauração de quatro processos de inquérito (em curso) para investigação mais aprofundada de indícios de responsabilidade disciplinar detetados".

Por estarem ainda a decorrer os inquéritos, o MEC não adiantou, para já, mais informações.

A IGEC realizou ainda intervenções de acompanhamento para verificar o cumprimento das recomendações emitidas, concluindo que "estavam em curso, na generalidade dos casos, iniciativas para o cumprimento das recomendações, já em 2015".

O Conselho Nacional de Educação alertou, no seu relatório "Estado da Educação 2013", divulgado em setembro do ano passado, para a existência de escolas que inflacionam os resultados dos alunos, gerando discrepâncias entre a classificação interna (resultante do trabalho desenvolvido pelo aluno ao longo de todo o ano) e a classificação externa (nota obtida nos exames).

Na altura, o MEC considerou "natural" a existência de diferenças nas notas internas e externas mas garantiu também a intervenção da IGEC, caso fosse "participada, fundamentadamente, alguma situação concreta" de manipulação concertada de resultados escolares".

Com Lusa

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.