sicnot

Perfil

País

Conselho Nacional do PSD aprova listas de deputados no dia 30

O Conselho Nacional do PSD vai reunir-se no dia 30 para aprovar as listas de candidatos a deputados, cuja elaboração será coordenada por uma comissão presidida por Marco António Costa, disseram à Lusa dirigentes sociais-democratas.

Lusa

Hoje, a Comissão Política Nacional do PSD aprovou uma lista de critérios para a escolha dos candidatos a deputados, que irá levar à reunião do Conselho Nacional marcada para esta noite, num hotel de Lisboa.

No dia 30, os conselheiros nacionais sociais-democratas irão votar as listas da coligação PSD/CDS-PP "Portugal à Frente", já com a ordenação de lugares acertada entre os dois partidos.

A comissão que a direção nacional do PSD constituiu para a elaboração dessas listas, presidida pelo vice-presidente e porta-voz do partido Marco António Costa, inclui também o secretário-geral, José Matos Rosa, e o líder parlamentar, Luís Montenegro.

Segundo os Estatutos do PSD, compete à Comissão Política Nacional aprovar os critérios para a elaboração das listas de deputados à Assembleia da Republica e apresentar essas listas ao Conselho Nacional, órgão máximo entre congressos.

Compete também ao Conselho Nacional aprovar as linhas gerais do programa eleitoral - o que será feito na reunião de hoje - e aprovar a eventual participação do partido em coligações de âmbito nacional - o que, no caso da coligação com o CDS-PP para as próximas legislativas, aconteceu no dia 29 de abril.

Lusa

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.