sicnot

Perfil

País

13 feridos em atropelamento em Portimão

13 feridos em atropelamento em Portimão

Três dos 13 feridos atropelados esta madrugada por uma viatura na Praia da Rocha, em Portimão, permanecem na unidade hospitalar de Portimão, que pertence ao Centro Hospitalar do Algarve

Os 13 feridos, de nacionalidades espanhola e portuguesa, deram entrada no hospital pelas 05:00 e dez deles tiveram alta até às 07:00, permanecendo um homem e uma mulher em observação no serviço de urgência e um outro ferido foi encaminhado para o internamento, referiu a mesma fonte.

O atropelamento ocorreu junto à discoteca Katedral, na Praia da Rocha, quando um homem conduziu a sua viatura em direção à estrada principal da localidade e atropelou 13 pessoas, disse à Lusa um subcomissário da PSP de Portimão.

O homem que conduzia o carro tentou fugir, mas foi intercetado pela polícia logo de seguida, tendo revelado uma taxa de álcool 0,7 gramas por litro de sangue ( a lei determina que seja determinada contraordenação a partir dos 0,5 e crime a partir dos 1,2).

Depois de apanhado pela polícia, o homem foi encaminhado para o hospital onde foi submetido a análises que detetem outro tipo de substâncias, cujos resultados ainda não são conhecidos.

O homem encontra-se detido e será presente a tribunal na segunda-feira, segundo disse à Lusa fonte da PSP de Portimão.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.