sicnot

Perfil

País

Incêndio no concelho de Viana do Castelo dominado

O incêndio que deflagrou na sexta-feira, em zona florestal da localidade de Geraz do Lima, no concelho de Viana do Castelo, foi dado como "dominado desde as 18:00 de hoje", disse à Lusa fonte oficial.

Em curso estão três incêndios rurais.

Em curso estão três incêndios rurais.

PAULO CUNHA / Lusa

Fonte do Comando Distrital de Operação de Socorro de Viana do Castelo adiantou que o fogo, que se iniciou pelas 16:56 de sexta-feira em Geraz do Lima, foi dominado, mas no terreno ainda estão 188 operacionais, com 65 veículos e dois aviões bombardeiros médios.

No terreno, segundo informações da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), chegaram a estar 209 operacionais, apoiados por 78 viaturas e três meios aéreos, dos quais dois são aviões médios e o terceiro um helicóptero pesado e grupos de reforço de Braga, Porto, Aveiro e Coimbra, além de equipas da Força Especial de Bombeiros.

Na última atualização feita pela ANPC hoje, às 18:45, as informações indicam que não existem ocorrências significativas ativas em Portugal.

Por ocorrência significativa, a ANPC entende que se trata de um incêndio que arde há mais de três horas desde o seu início e com mais de 15 meios operacionais.

Em curso estão três incêndios rurais.

Lusa

  • Incêndio de Caminha dominado pelos bombeiros
    1:56

    País

    Já está dominado o incêndio que deflagrou numa zona de floresta em Caminha, distrito de Viana do Castelo.No combate ao fogo estiveram mais de 160 bombeiros. As chamas, que não chegaram às habitações, começaram num automóvel que ardeu na A28.

  • 10 feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    A embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram já resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia.

    Em atualização

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.