sicnot

Perfil

País

"É muito importante para Portugal que haja estabilidade política"

"É muito importante para Portugal que haja estabilidade política"

Passos Coelho defende que das próximas legislativas deve resultar um "ganhador inequívoco", com maioria absoluta para governar, quer seja a maioria ou o PS. O primeiro-ministro frisa que não está garantida uma vitória dos socialistas nas eleições e apela ao voto útil na coligação, em nome da estabilidade do país.

  • "Não estou numa postura do: é preciso ganhar custe o que custar"
    44:13

    País

    Pedro Passos Coelho disse, esta noite, em entrevista exclusiva à SIC, que não quer uma vitória nas eleições legislativas a todo o custo. O primeiro-ministro sublinha que é preciso uma maioria estável e inequívoca na próxima legislatura, mas afirma que para ganhar as eleições não vale tudo. Durante a conversa com a jornalista Clara de Sousa, o chefe do Governo português prometeu devolver a sobretaxa e reduzir a carga fiscal dos portugueses nos próximos quatro anos. Quando foi confrontado sobre se não teria já sido possível ter aliviado a austeridade, Passos Coelho disse que o Executivo optou pela prudência. Sobre o programa de António Costa, considerou-o irrealista. Passos Coelho voltou ainda a desafiar o Partido Socialista para uma reforma da Segurança Social. E sobre as presidenciais só fala a partir de Outubro.

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.