sicnot

Perfil

País

"Pelo direito a nascer" lembra que ainda há mulheres a morrer devido ao aborto clandestino

"Pelo direito a nascer" lembra que ainda há mulheres a morrer devido ao aborto clandestino

Os subscritores da iniciativa "Pelo direito a nascer" afirmam que continuam a morrer mulheres devido ao aborto clandestino. Os representantes foram ouvidos, esta manhã, no Parlamento, a propósito da apreciação dos diplomas que, entre outras medidas, prevê a introdução de taxas moderadoras para casos de interrupção voluntária da gravidez.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01