sicnot

Perfil

País

Presidente do Governo da Madeira confirma dívidas à Segurança Social

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, admitiu hoje ter dívidas à Segurança Social e à Empresa de Eletricidade em duas sociedades do setor do turismo das quais é sócio.

TIAGO PETINGA

O caso foi abordado na Assembleia Legislativa pelo deputado do PTP José Manuel Coelho, tendo Miguel Albuquerque, em declarações aos jornalistas, confirmado a existência das dívidas.

"Não nego. Há um acordo de pagamentos, houve uma reestruturação devido a crise que atravessamos", disse o líder do Governo madeirense.

A Assembleia Legislativa começou hoje a discutir o orçamento retificativo, que representa um acréscimo de 39 milhões de euros ao inicialmente aprovado - 1.633 milhões de euros para 1.672 milhões de euros.

O diploma institui o regime jurídico da contribuição regional sobre os sacos plásticos leves - a denominada fiscalidade verde -, no âmbito do qual cada saco custará oito cêntimos, prevendo o Governo Regional, a partir de outubro, arrecadar uma receita de 100 mil euros.

A proposta contempla ainda 43,1 milhões de euros do Fundo de Coesão e 770 mil euros da reavaliação das transferências do Orçamento de Estado para a Madeira, devido à atualização dos dados do Produto Interno Bruto regional em conformidade com o Sistema Europeu de Contas Nacionais e Regionais.

Lusa

  • Polícia belga deteve homem que conduzia entre a multidão em Antuérpia

    Mundo

    Foi hoje detido um homem que conduzia a alta velocidade no meio da multidão numa zona comercial de Antuérpia, na Bélgica. O suspeito já foi identificado, é francês e tinha várias armas no carro. As autoridades francesas suspeitam que o homem estava bêbedo e a tentar escapar à polícia, mas as autoridades belgas ainda não confirmaram esta versão.

    Em desenvolvimento

  • Neve corta estradas em Viseu
    2:04
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • As vantagens de comprar online
    8:03