sicnot

Perfil

País

Presidente do Governo da Madeira confirma dívidas à Segurança Social

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, admitiu hoje ter dívidas à Segurança Social e à Empresa de Eletricidade em duas sociedades do setor do turismo das quais é sócio.

TIAGO PETINGA

O caso foi abordado na Assembleia Legislativa pelo deputado do PTP José Manuel Coelho, tendo Miguel Albuquerque, em declarações aos jornalistas, confirmado a existência das dívidas.

"Não nego. Há um acordo de pagamentos, houve uma reestruturação devido a crise que atravessamos", disse o líder do Governo madeirense.

A Assembleia Legislativa começou hoje a discutir o orçamento retificativo, que representa um acréscimo de 39 milhões de euros ao inicialmente aprovado - 1.633 milhões de euros para 1.672 milhões de euros.

O diploma institui o regime jurídico da contribuição regional sobre os sacos plásticos leves - a denominada fiscalidade verde -, no âmbito do qual cada saco custará oito cêntimos, prevendo o Governo Regional, a partir de outubro, arrecadar uma receita de 100 mil euros.

A proposta contempla ainda 43,1 milhões de euros do Fundo de Coesão e 770 mil euros da reavaliação das transferências do Orçamento de Estado para a Madeira, devido à atualização dos dados do Produto Interno Bruto regional em conformidade com o Sistema Europeu de Contas Nacionais e Regionais.

Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.

  • "Um ataque e uma humilhação contra o povo catalão"
    1:35