sicnot

Perfil

País

Santana Lopes diz que se Passos vencer legislativas merece entrar para o Guinness

Santana Lopes diz que se Passos vencer legislativas merece entrar para o Guinness

António Vitorino considera que o primeiro-ministro não utilizou da melhor forma as fragilidades que tem o Partido Socialista. Já Pedro Santana Lopes entende que, para discurso eleitoral, foi surpreendente ver Pedro Passos Coelho falar sobre o tema da austeridade.

  • "Não estou numa postura do: é preciso ganhar custe o que custar"
    44:13

    País

    Pedro Passos Coelho disse, esta noite, em entrevista exclusiva à SIC, que não quer uma vitória nas eleições legislativas a todo o custo. O primeiro-ministro sublinha que é preciso uma maioria estável e inequívoca na próxima legislatura, mas afirma que para ganhar as eleições não vale tudo. Durante a conversa com a jornalista Clara de Sousa, o chefe do Governo português prometeu devolver a sobretaxa e reduzir a carga fiscal dos portugueses nos próximos quatro anos. Quando foi confrontado sobre se não teria já sido possível ter aliviado a austeridade, Passos Coelho disse que o Executivo optou pela prudência. Sobre o programa de António Costa, considerou-o irrealista. Passos Coelho voltou ainda a desafiar o Partido Socialista para uma reforma da Segurança Social. E sobre as presidenciais só fala a partir de Outubro.

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.