sicnot

Perfil

País

Homem que matou procurador da senhoria condenado a 18 anos

Foi condenado a 18 anos de prisão o homem que confessou ter assassinado o procurador da senhoria da casa onde vivia. O crime aconteceu em setembro de 2014, em Sintra, depois do homicida ter ficar sem emprego e com várias rendas em atraso.

Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, um acórdão da Instância Central Criminal de Sintra condenou o arguido à pena única de 18 anos de prisão, designadamente 17 anos e seis meses pelo homicídio qualificado e um ano por furto do telemóvel da vítima.

A PGDL adianta que, em setembro de 2014, o arguido "confrontado com a incapacidade de pagar a renda da casa onde habitava, por ter ficado desempregado", conseguiu atrair à casa o procurador da senhoria "com o falso pretexto de lhe pagar as rendas em atraso".

Na habitação, o homem deu várias pancadas na cabeça do procurador da senhoria, com um martelo e com um haltere em ferro, até desfalecer, tendo, de seguida, arrastado o corpo da vítima até uma marquise, onde o deixou, depois de lhe ter furtado o telemóvel.

A PGDL adianta que a pena aplicada corresponde ao pedido formulado pelo Ministério Público em sede de alegações, tendo o arguido beneficiado de atenuantes da "confissão integral, da juventude e ausência de antecedentes criminais".

Com Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.