sicnot

Perfil

País

Homem que matou procurador da senhoria condenado a 18 anos

Foi condenado a 18 anos de prisão o homem que confessou ter assassinado o procurador da senhoria da casa onde vivia. O crime aconteceu em setembro de 2014, em Sintra, depois do homicida ter ficar sem emprego e com várias rendas em atraso.

Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, um acórdão da Instância Central Criminal de Sintra condenou o arguido à pena única de 18 anos de prisão, designadamente 17 anos e seis meses pelo homicídio qualificado e um ano por furto do telemóvel da vítima.

A PGDL adianta que, em setembro de 2014, o arguido "confrontado com a incapacidade de pagar a renda da casa onde habitava, por ter ficado desempregado", conseguiu atrair à casa o procurador da senhoria "com o falso pretexto de lhe pagar as rendas em atraso".

Na habitação, o homem deu várias pancadas na cabeça do procurador da senhoria, com um martelo e com um haltere em ferro, até desfalecer, tendo, de seguida, arrastado o corpo da vítima até uma marquise, onde o deixou, depois de lhe ter furtado o telemóvel.

A PGDL adianta que a pena aplicada corresponde ao pedido formulado pelo Ministério Público em sede de alegações, tendo o arguido beneficiado de atenuantes da "confissão integral, da juventude e ausência de antecedentes criminais".

Com Lusa

  • "Ataque terrorista" no centro de Barcelona

    Ataque em Barcelona

    Uma carrinha atropelou várias pessoas esta tarde em Barcelona, Espanha, na área turística de Las Ramblas. A polícia confirma oficialmente um morto e 32 feridos, mas outras fontes asseguram a existência de várias vítimas mortais. As autoridades falam de um "ataque terrorista" e revelaram a foto do suspeito.

    Direto

    SIC

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19