sicnot

Perfil

País

Maioria e PS desistem de avançar já com encurtamento dos prazos eleitorais

O encurtamento dos prazos eleitorais, proposto tanto pela maioria PSD/CDS como pelo PS, não vai ser aprovado nesta legislatura. Esta manhã, os partidos decidiram retirar os projetos de alteração à lei eleitoral.

(Arquivo)

(Arquivo)

Lusa


As mudanças para acelerar o processo de entrega de listas de deputados e a posse do novo Governo corriam o risco de não entrar em vigor em tempo útil.

O Presidente da República teria ainda que promulgar os diplomas que, entretanto, podiam deixar de fazer sentido se Cavaco Silva marcasse primeiro a data das Legislativas.

Na agenda presidencial, constam reuniões com todos os partidos já na próxima semana com vista à marcação das eleições.

Os partidos da maioria e o PS também não se entenderam sobre a possibilidade de poder haver voto presencial nos consulados portugueses.

Assim, apenas uma alteração vai adiante: a de adequar a lei eleitoral ao novo mapa judiciário.

  • "Toda a transparência" para os "amigos portugueses"
    0:54
  • Turistas à volta da lua em 2018
    1:21
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22

    Mundo

    Por detrás da alegria do desfile das escolas de samba, há a tensão e a adrenalina dos bastidores do sambódromo. A preparação antes da entrada na avenida é um espetáculo à parte como mostra a correspondente da SIC, no Rio de Janeiro, Ivani Flora

    Correspondente SIC

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06