sicnot

Perfil

País

Fim de semana com céu limpo e temperaturas entre 20 e 35 graus

O fim de semana vai ser marcado pelo céu limpo, apesar da nebulosidade e chuviscos de hoje, e temperaturas que vão oscilar entre os 20 e os 35 graus Celsius, disse à agência Lusa o meteorologista Manuel Mendes.

© Kieran Doherty / Reuters

O meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) explicou que, apesar de estarem previstos aguaceiros para hoje em algumas regiões do país, o fim de semana vai ser marcado por céu limpo e temperaturas máximas que podem chegar aos 35 graus em alguns locais.

"Para hoje vamos ter períodos de céu muito nublado, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros que podem acontecer em todo o interior do território, não sendo de excluir aguaceiros mais a sul e no litoral, podendo chegar a Lisboa. Esta situação poderá ocorrer no sábado, mas a probabilidade é menor", disse à agência Lusa Manuel Mendes.

De acordo com o meteorologista do IPMA, no domingo já não há qualquer indicação de precipitação.

"No que diz respeito às temperaturas, têm vindo a descer nos últimos dois dias, mantendo-se a partir de hoje entre os 20 e os 30 graus no litoral oeste e entre os 30 e os 35 no interior", adiantou.

O meteorologista Manuel Mendes indicou também que, para sábado e domingo, os estado do tempo vai melhorar em relação ao dia de hoje, com céu limpo, prevendo-se apenas alguma nebulosidade na região do norte até ao meio da manhã.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.