sicnot

Perfil

País

Condutor de 88 anos intercetado a circular em contramão na A25

A GNR intercetou hoje um homem de 88 anos que circulava em contramão, na autoestrada A25 (Aveiro - Vilar Formoso), na zona de Celorico da Beira, distrito da Guarda, disse à agência Lusa fonte da instituição.

Google Maps

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, o condutor, residente no concelho do Sabugal, distrito da Guarda, foi intercetado pelas 17:30 de hoje, por militares do posto de Celorico da Beira.

O homem foi abordado pela patrulha quando circulava em contramão, no sentido Viseu - Guarda, junto do nó de entrada da A25 para a vila de Celorico da Beira, referiu.

A fonte policial disse à Lusa que o condutor, proveniente da zona do Sabugal, tinha como destino a cidade da Guarda, onde "pretendia proceder à renovação" da carta de condução.

"Por razões que se desconhecem, foi parar a Viseu e, no regresso à Guarda, circulou em contramão na A25", sem provocar acidentes, referiu.

A GNR desconhece, por agora, qual a distância percorrida pelo idoso em contramão, por não ter ainda apurado se entrou na autoestrada no nó de Mangualde (distrito de Viseu) ou no nó de Fornos de Algodres (distrito da Guarda).

A fonte disse ainda que "vários condutores" alertaram as autoridades para a existência de um veículo ligeiro que circulava em contramão no sentido Viseu-Guarda da A25.

O idoso foi detido por condução perigosa de veículo ligeiro e posteriormente foi libertado e notificado para comparecer na terça-feira no tribunal de Celorico da Beira.

Lusa

  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.