sicnot

Perfil

País

Governo acompanha caso do desaparecimento de português em Brighton

O secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, disse hoje estar a acompanhar o caso do português desaparecido desde a semana passada na zona de Brighton, no sul de Inglaterra, mas que não tem qualquer novidade.

SIC

Contactado pela agência Lusa, José Cesário disse ter entrado em contato com a embaixada e com o consulado de Portugal em Inglaterra na segunda-feira, após ter tido conhecimento do desaparecimento do português Diogo Moreira, de 29 anos.

"Até à altura em que falei com Londres ainda ninguém da família do jovem tinha pedido auxilio, não sei se terá acontecido mais para o final do dia [de segunda-feira]. Nem o meu gabinete foi contatado pela família do jovem, mas estamos a acompanhar o caso", explicou José Cesário.

De acordo com o secretário de Estado das Comunidades, a polícia britânica emitiu um alerta para encontrar o jovem e está a desenvolver todas as diligencias necessárias para tentar saber o que aconteceu ao português.

Segundo um comunicado da polícia do condado de Sussex, divulgado segunda-feira, Diogo Manuel Martins Alves Moreira não é visto desde 14 de julho, embora o desaparecimento só tenha sido transmitido às autoridades dois dias depois.

"Estamos cada vez mais preocupados com o Diogo, porque isto é totalmente fora de comum. Ele deixou todos os seus pertences, incluindo a carteira com todo o seu conteúdo, e não apareceu para trabalhar esta semana", disse o sargento Alvin Lee.

A descrição feita pela polícia é a de um homem de estatura média com cabelo preto curto e olhos castanhos, que vestiria calças de ganga na altura do desaparecimento.

Além de trabalhar, Diogo Moreira é, segundo as autoridades, também estudante na Universidade de Brighton.

Entretanto, foi criada uma página na rede social Facebook denominada "Help find Diogo Moreira (Ajudem a encontrar Diogo Moreira)", que hoje já possui mais de 7.700 membros.

No grupo surge a pergunta: "alguém viu o Diogo Manuel Martins Alves Moreira" e é referido que Diogo é estudante na Universidade de Brighton e que não é visto desde dia 14/07.

Segundo o grupo do Facebook, o jovem de 29 anos, natural de Espinho, de cabelo escuro e olhos castanhos, terá sido visto durante a madrugada de terça-feira [dia 14 de julho] perto da estação de comboios de Brighton.

Na foto de capa do grupo surge o apelo para que quem tenha alguma informação entre em contacto com a polícia de Sussex através do email 101@sussex.pnn.police.uk, com a referência "857 of 16/07", ou ligue para o 101 (chamadas no Reino Unido).

Lusa

  • Quando se confunde o pedal do travão com o acelerador
    0:38

    Mundo

    Na China, chegam imagens de um acidente fora do normal. Um homem parou o carro e saiu para cumprimentar um amigo. Enquanto conversavam, a viatura começou a descair lentamente. O condutor correu de imediato para o carro. Com as mãos já no volante, tentou evitar o pior mas em vez de carregar no travão, carregou no acelerador.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.